Miguel Oliveira passa com distinção no código

Piloto ACP passou no exame de código de motos, mas ainda não as pode conduzir nas estradas, porque ainda falta vencer a “prova” teórica. Na última época de MotoGP, Miguel Oliveira venceu o Grande Prémio da Estíria, em Spielberg, na Áustria, e o Grande Prémio MEO de Portugal, disputado no Autódromo Internacional do Algarve.

(auto.look2010@gmail.com) – Foto: ACP

Miguel Oliveira deu mais um passo para a obtenção da carta de motociclos. O piloto de MotoGP «realizou com sucesso» o exame de código de moto, de acordo com um comunicado do Automóvel Club de Portugal (ACP): «Miguel Oliveira ultrapassou mais uma etapa na corrida para a obtenção da carta de motociclos», escreve o ACP, lembrando ao piloto que «apesar dos milhares de quilómetros percorridos em pista, a estrada é bem diferente».

Apesar dos milhares de quilómetros já feitos em pista a alta velocidade, tanto em Moto3, Moto2 e MotoGP, o piloto de Almada não teve facilidades no exame de código: «Nem tudo é muito intuitivo de responder e as coisas na minha prática processam-se de forma completamente diferente do que na condução em estrada. Obviamente que não é um reaprender tudo de novo, porque estou familiarizado com o motociclo, mas algumas perguntas não são tão óbvias e requer sempre estudo», contou Miguel Oliveira

«Talvez tenha falhado uma que tem a ver com as luzes em circulação em auto-estrada. E depois uma outra sobre o líquido dos travões. Se era afectado pela humidade ou se era porque evaporava muito rapidamente. Isso, sinceramente, fiquei na dúvida», admitiu Miguel Oliveira, entre risos, após concluir a prova teórica do Centro de Exames de Condução ACP.

Na última época de MotoGP, Miguel Oliveira venceu o Grande Prémio da Estíria, em Spielberg, na Áustria, e o Grande Prémio de Portimão, disputado no Autódromo Internacional do Algarve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *