Miguel Oliveira parte de 11.º na Áustria

O português da equipa Tech3, que conseguiu a qualificação diretca para a Q2 ao ser o sétimo mais rápido nos terceiros treinos livres, gastou 1m23,939s para completar a sua volta mais rápida, ficando a 489 milésimos de segundo do mais rápido, o espanhol Maverick Viñales (Yamaha).

(auto.look2010@gmail.com)

Apesar de ter evitado a Q1, o que significava que estava no lote dos 10 mais rápidos, o português Miguel Oliveira (KTM) não conseguiu, na Q2, melhor que o 11.º tempo, à frente, apenas do italiano Valentino Rossi (Yamaha), o mais lento dos 12 que participaram na Q2, depois de ter sido, segundo atrás do francês Johann Zarco (Ducati), que foi o mais rápido na Q1.

Na luta pela presença na Q2 para o Grande Prémio da Áustria de MotoGP, que se realiza no Red Bull Ring, em Spielberg, o italiano Danilo Petrucci (Ducati), que estava na luta com Johann Zarco e Valentino Rossi, sentiu-se prejudicado pelo espanhol Aleix Espargaro (Aprilia) e no final da sessão fez questão de o exprimir ao exibir o dedo do meio ao espanhol.

Embalado pelo melhor tempo na terceira sessão de treinos livres o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) garantiu a “pole position”, à frente do norte-americano Jack Miller (Ducati) e do francês Fabio Quartararo (Yamaha), que comanda o campeonato.

O italiano Andrea Dovizioso (Ducati), que após oito anos vai abandonar a marca italiana, esteve, até ao fim, na discussão da “pole”, mas acabou por ter de contentar-se com o quarto lugar, à frente do espanhol Pol Espargaro (KTM), o melhor dos homens da marca da casa.

De assinalar que o sul-africano Brad Binder (KTM), vencedor da corrida anterior em Brno, vai largar do fundo da grelha (17.º). O australiano Remy Gardner (Kalex) assegurou a “pole position” para a corrida de Moto2, impondo-se ao inglês Sam Lowes (Kalex), que dominou os treinos livres, mas não foi além do sexto tempo

Já o espanhol Jorge Martin (Kalex) e o alemão Marcel Schrotter (Kalex) completaram a primeira linha a grelha, enquanto o italiano Enea Bastianini (Kalex), que comanda o campeonato, registou o quarto tempo, à frente do espanhol Aron Canet (Speed Up) e de Sam Lowes.

A exemplo do que sucedera em Brno, espanhol Raul Fernandez (KTM) voltou a garantir a “pole position” para a corrida de Moto3, sendo acompanhado, na primeira linha, pelo seu compatriota Albert Arenas (KTM), que comanda o campeonato e foi batido por 0,011”, e pelo inglês John McPhee (Honda)

 

GRELHAS DE PARTIDA

MotoGP1.ª linha: Maverick Viñales (Yamaha), 1’23,450”; Jack Miller (Ducati), 1’23,518”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’23,537”; 2.ª linha: Andrea Dovizioso (Ducati), 1’23,606; Pol Espargaro (KTM), 1’23,612”; Joan Mir (Suzuki), 1’23,673”; 3.ª linha: Franco Morbidelli (Yamaha), 1’23,719”; Alex Rins (Suzuki), 1’23,731; Johann Zarco (Ducati), 1’23,828”; 4.ª linha: Takkaki Nakagami (Honda), 1’23,872”; Miguel Oliveira (KTM), 1’23,939”; Valentino Rossi (Yamaha), 1’23,995”. Alinham mais 10 pilotos.

Moto21.ª linha: Remy Gardner (Kalex), 1’28,681”; Jorge Martin (Kalex), 1’28,717”; Marcel Schrotter (Kalex), 1’28,745”; 2.ª linha: Enea Bastianini (Kalex), 1’28,808”; Aron Canet (Speed Up), 1’28,814”; Sam Lowes (Kalex), 1’28,894”; 3.ª linha: Jorge Navarro (Speed Up), 1’28,905”; Luca Marini (Kalex), 1’28,913”; Thomas Luthi (Kalex), 1’28,919”. Alinham mais 21 pilotos.

Moto31.ª linha: Raul Fernandez (KTM), 1’36,277”; Albert Arenas (KTM), 1’36,288”; John McPhee (Honda), 1’36,306”; 2.ª linha: Jaume Masia (Honda), 1’36,371”; Celestino Vietti (KTM), 1’36,462”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’36,495”; 3.ª linha: Gabriel Rodrigo (Honda), 1’36,571”; Tony Arbolino (Honda), 1’36,644; Ricardo Rossi (KTM), 1’36,730”. Alinham mais 22 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: