Miguel Oliveira “motivado” para circuito holandês

O piloto de Almada Miguel está convicto que a equipa Tech3 deu «um passo em frente» na afinação da KTM e espera ser «competitivo» no Grande Prémio da Holanda de MotoGP do próximo domingo.

(auto.look2010@gmail.com)

Em declarações divulgadas pela assessoria de imprensa da equipa francesa em que alinha o piloto português, Miguel Oliveira revela que o GP holandês, oitava prova da temporada, «é sempre bastante especial por se disputar numa pista de carácter singular».

«Tenho boas memórias do circuito, onde conquistei dois pódios fantásticos em Moto3 (terceiro classificado em 2014 e vitória em 2015). É um circuito agradável e espero ser competitivo ao longo do fim-de-semana», comentou o piloto português da KTM.

Miguel Oliveira chega a esta oitava prova da temporada de estreia na categoria rainha no 17.º lugar do campeonato, com 12 pontos, quatro deles conquistados na ronda anterior, na Catalunha, onde foi 12.º classificado.

«Depois do teste que se seguiu à corrida de Barcelona, sinto que demos um passo em frente com a afinação da mota e o entendimento do caminho que temos de seguir», explicou o piloto de 24 anos, que parte para a Holanda «bastante motivado para um bom resultado».

O circuito de Assen é o mais antigo do campeonato do mundo. Actualmente com 4.542 quilómetros, tem algumas das mais rápidas curvas do Mundial. Em sete corridas disputadas naquela que é considerada a “catedral do motociclismo”, Miguel Oliveira soma uma vitória (2015), um segundo lugar (2014), e um quarto (2013) como melhores resultados. Em 2018, ano em que esteve a lutar pelo título de Moto2 durante toda a temporada, terminou a corrida na sexta posição, depois de se ter qualificado no 17.º lugar.

Já o francês Hervé Poncharal, dono da Tech3, revela que a equipa vai apostar nas peças que já tinha em vez das novas que foram testadas em Barcelona pelo espanhol Johann Zarco e pelo espanhol Pol Espargaró.

«Vamos continuar com o que já tínhamos para perceber melhor o conjunto com que temos trabalhado. Vamos esperar para ver. Mas as próximas duas corridas (Holanda e Alemanha) vão ser importantes pois são as últimas antes da pausa de verão e é sempre bom terminar a primeira parte da época com um sentimento positivo», disse.

Para sexta-feira estão previstas duas sessões de treinos livres para cada uma das três classes do Mundial de Velocidade. No sábado disputa-se a qualificação e domingo as corridas.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação