Miguel Oliveira inicia treinos com nono tempo

Uma semana depois, o Campeonato de MotoGP regressa ao Circuito Ricardo Tormo, em Valência, com as equipas a beneficiarem da aprendizagem da corrida anterior para tentarem melhorar os resultados do passado domingo.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Oitavo na primeira sessão de treinos livres da semana passada, o português Miguel Oliveira (KTM) foi nono, desta feita, com o japonês Takaaki Nakagami (Honda) a ser o mais rápido, numa confirmação do que havia feito há uma semana.

O italiano Franco Morbidelli (Yamaha) e o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) completaram o lote dos três primeiros, à frente do espanhol Pol Espargaro (KTM), o melhor dos pilotos da marca austríaca, enquanto o seu compatriota Joan Mir (Suzuki), que tem aqui o primeiro “match point”, foi oitavo à frente do português, que ficou a 0,050” do piloto que pode sair de Valência com o título mundial.

Em Moto2, destaque para o facto da Speed Up ter colocado duas motos nas três primeiras posições (primeiro – Jorge Navarro e terceiro – Fabio Di Giannantonio), com o italiano Luca Marini (Kalex) a ser o mais rápido da marca e a intrometer-se entre o duo hispano-italiano.

Com os ensinamentos colhidos no passado fim-de-semana, a Speed Up evoluiu na afinação das motos, com o espanhol Aron Canet (Speed Up) a colocar a terceira mota da marca no sétimo lugar.

Na luta pelo título o inglês Sam Lowes (Kalex) começa melhor que o italiano Enea Bastianini (Kalex), ao ser quarto, enquanto o seu adversário registou a nona marca.

 

Como de costume coube aos pilotos de Moto3 abrir as hostilidades, mas, ao contrário do que sucedera na semana passada, o asfalto estava seco, com o italiano Tony Arbolino (Honda) a colocar-se no topo da tabela de tempos, à frente do turco Deniz Oncu (KTM), que foi um surpreendente segundo, diante de outro italiano, Romano Fenati (Husqvarna), o que coloca motos de marcas diferentes nas três primeiras posições.

No que diz respeito à luta pelo título, os principais candidatos, o espanhol Albert Arenas (KTM) e o japonês Ai Ogura (Honda) foram, respectivamente, décimo-segundo e décimo-terceiro, mas é de crer que, nas próximas sessões, apareçam no lote dos mais rápidos.

MELHORES TEMPOS

MotoGP – Takaaki Nakagami (Honda), 1’30,829”; Fábio Morbidelli (Yamaha), 130,944”; Maverick Viñales (Yamaha), 1’30,968”. Pol Espargaro (KTM), 1’31,052”; Aleix Espargaro (Aprilia, 1’31,170”; Johann Zarco (Ducati), 1’31,297”; Andrea Dovizioso (Ducati), 1’31,410”; Joan Mir (Suzuki), 1’31,436”; Miguel Oliveira (KTM), 1’31,486”;Stefan Bradl, 1’31,514”. Treinaram mais 11 pilotos.

Moto2 – Jorge Navarro (Speed Up) 1’34,855”; Luca Marini (Kalex), 1’34,880; Fabio Di Giannantonio (Speed Up), 1’34,942”; Sam Lowes (Kalex), 1’34,957”; Marcel Schrotter (Kalex), 1’35,004”; Hector Garzo (Kalex), 1’35,048”; Aron Canet (Speed Up), 1’35,063”; Lorenzo Baldassarri (Kalex), 1’35,076”; Enea Bastianini (Kalex), 1’35,096”; Thomas Luthi (Kalex), 1’15,160”. Treinaram mais 19 pilotos.

Moto3 – Tony Arbolino (Honda), 1’38,413”; Deniz Oncu (KTM), 1’38,511”; Romano Fenati (Husqvarna), 1’38,559”; Jeremy Alcoba (Honda), 1’38,680”; Raul Fernandez (KTM), 1’38,762”; Dennis Foggia (KTM), 1’38,805; Darryn Binder (KTM), 1’38,824”; Jaume Masia (Honda), 1’38,945”; Stefano Nepa (KTM), 1’39,033; Kaito Toba (KTM), 1’39,050”. Treinaram mais 21 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: