Miguel Oliveira garante a qualificação Q2

O português Miguel Oliveira (KTM) garantiu hoje a passagem directa à segunda fase da sessão de qualificação do Grande Prémio 888 de Portugal de MotoGP, depois de ter sido nono classificado na terceira sessão de treinos livres.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: PAULO MARIA

Jorge Martin (Ducati)

A violenta queda, na curva 7, do espanhol Jorge Martin (Ducati), a menos de cinco minutos do final da sessão, fez com que o regresso à pista fosse feito em ritmo de qualificação, com o objectivo da garantir a presença na Q2.

O espanhol começou a ser conduzido, de ambulância, para o Centro Hospitalar do Circuito e depois, de helicóptero, para o Hospital de Faro, para exames mais aprofundados, por revelar problemas na cabeça e na mão e tornozelo direitos. A direcção de corrida garantiu que Jorge Martín estava consciente, mas o piloto não alinhará na prova de amanhã.

No momento da interrupção, o francês Fábio Quartararo (Yamaha) estava na primeira posição e manteve-a, mas atrás dele houve várias mudanças, com os italianos Franco Morbidelli (Yamaha) e Francesco Bagnaia (Ducati) a colocarem-se nas posições imediatas, à frente do francês Johann Zarco (Ducati), que comanda o campeonato.

Fábio Quartararo (Yamaha)

Quando a sessão foi parada, Miguel Oliveira (KTM) ocupava o quinto lugar, depois de ter passado a sessão a procurar encontrar o ritmo ideal para a corrida, mas acabaria por ser relegado para nono, mas concretizando a presença na Q2, da qual ficou de fora o regressado Marc Marquez (Honda) que continua à procura do reencontro com a forma.

Miguel Oliveira fez o tempo de 1m39,687s na 14.ª das 19 voltas efectuadas ao traçado algarvio, ficando a 0,653 segundos do mais rápido da sessão, o francês Fabio Quartararo (Yamaha). Os dez mais rápidos desta terceira sessão de treinos livres conseguiram a passagem direta à fase decisiva da qualificação (Q2), enquanto os restantes têm de disputar a Q1, que apura os dois melhores para a fase seguinte.

Marc Marquez (Honda)

Foi no final da sessão de Moto2, que o australiano Remy Gardner (Kalex) acabou por garantir o melhor templo à frente do Joe Roberts (Kalex), que tinha dominado as duas sessões de ontem e do inglês Sam Lowes (Kalex), que defende o comando do campeonato, face à ameaça do australiano. De assinalar que 23 dos 30 pilotos inscritos estão cabem num segundo, o que deixa tudo em aberto para a qualificação.

Ontem os pilotos de Moto3 foram os mais prejudicados pelo facto de, durante a manhã, o asfalto estar molhado mas hoje, com um magnifico dia de sol e sem que a chuva tenha feito a sua aparição, no período matinal, puderam acelerar, os tempos desceram e acabou por ser o italiano Andrea Migno (Honda) a registar o melhor tempo, na derradeira volta, desalojando o argentino Gabriel Rodrigo (Honda), que, ontem, tinha sido o mais rápido e que esteve a maior parte da sessão como o mais rápido, do topo da tabela de tempos.

O espanhol Jaume Masia (KTM) registou o terceiro tempo, à frente do seu compatriota Pedro Acosta (KTM), vencedor da corrida anterior.

TEMPOS DOS TREINOS

MotoGP – Fábio Quartararo (Yamaha), 1’39,044”; Franco Morbidelli (Yamaha), 1’39,095”; Francesco Bagnaia (Ducati), 1’39,117”; Johann Zarco (Ducati), 1’39,228”; Alex Rins (Suzuki), 1’39,328”; Jack Miller (Ducati), 1’39,345”; Luca Marini (Ducati), 1’39,600”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’39,690”; Miguel Oliveira (KTM), 1’39,697”; Maverick Viñales (Yamaha), 1’39,742”. Treinaram mais 12 pilotos

Moto2 – Remy Gardner (Kalex), 1’42,643”; Joe Roberts (Kalex), 1’42,872”; Sam Lowes (Kalex), 1’42,939”; Marco Ramirez (kalex), 1’42,997”; Raul Fernandez (Kalex), 1’43,040”; Marco Bezzecchi Kalex), 1 ’43,100”; Jake Dixon (Kalex), 1’43,142”; Aron Canet (Boscoscuro), 1’43,148”; Ai Ogura (Kalex), 1’43,157”; Hector Garzo (Kalex), 1’43,196”. Treinaram mais 20 pilotos.

Moto3 – Andrea Migno (Honda), 1’48,214”; Gabriel Rodrigo (Honda), 1’48,266”; Jaume Masia (KTM), 1’48,321”; Pedro Acosta (KTM), 1’48,334”; Darryn Binder (Honda), 1’48,365”;Jeremy Alcoba (Honda), 1’48,414; Dennis Foggia (Honda), 1’48,501”; Niccolo Antonelli (KTM), 1’48,506”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’48,558”; Sergio Garcia (Gasgas), 1’48,651”. Treinaram mais 18 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *