Miguel Oliveira esclarece gravidade da lesão

Depois da queda nos treinos livres para o Grande Prémio da Austrália, no passado sábado, que o colocou fora da prova, piloto português realizou exames para saber se pode regressar à competição.

(auto.look2010@gmail.com)

Miguel Oliveira já recebeu os resultados da ressonância magnética que realizou no passado domingo, que revelaram problemas nos tendões dos dois pulsos, mas é uma lesão no ombro que mais preocupa o piloto e a equipa técnica que neste momento se encontra a analisar a possibilidade de competir no Grande Prémio da Malásia no próximo fim-de-semana.

«Depois da ressonância magnética que fiz no domingo na Austrália, descobrimos algo nos tendões dos dois pulsos, mas nada de mais. Vimos que a lesão no ombro está um pouco pior. Neste momento, juntamente com a KTM, estamos a tentar decidir o que fazer, também por causa do futuro», afirmou o piloto numa publicação nas redes sociais da equipa.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação