Miguel Oliveira enfrenta Mugello com dedo partido

O piloto de Almada não evitou um a queda durante o “warm-up” para o GP de Itália, a disputar o traçado de Mugello, fracturando a ponta do dedo anelar da mão esquerda.

Carlos Sousa (carlos.sousa@autolook.pt)

A informação de que o piloto Miguel Oliveira fracturou um dedo foi avançada por Rui Belmonte. O jornalista da SportTV e Motojornal deu conta de que «a queda sofrida esta manhã, na Curva 9 do circuito do Mugello, o cenário toscano da sexta prova do campeonato do mundo MotoGP», deixou Miguel Oliveira «com uma fractura na ponta do dedo anelar da mão esquerda».

«O piloto da Tech3 queixou-se assim que chegou à boxe mas regressou ainda à pista para a fase final dos 20 minutos do “warm-up” de forma a preparar as 23 voltas da corrida a realizar a partir das 13h00. Só no final da sessão é que se dirigiu à Clinica Mobile onde lhe foi diagnosticada a fractura no dedo que, no entanto, não o impede de alinhar para a corrida», avançou Rui Belmonte.

«Pisei a linha branca na Curva 9 e não consegui evitar a queda. Tenho a ponta do dedo partida mas nada de grave. Felizmente que não utilizamos a mão esquerda durante a corrida», sublinhou, por sua vez, o piloto após ser assistido pelos médicos que acompanham todo o campeonato.

Refira-se que Miguel Oliveira alinha este domingo para a sexta prova do campeonato do mundo de MotoGP na 22.ª posição da grelha de partida, enfrentando 23 voltas aos mais de 5 quilómetros do circuito desenhado nas encostas da Toscânia.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação