Miguel Oliveira em oitavo nos treinos

O piloto português da KTM terminou hoje os treinos livres para o Grande Prémio Riviera di Rimini em MotoGP, em Itália, na oitava posição, a 337 milésimos de segundo do mais rápido, o sul-africano Brad Binder (KTM).

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Apesar de ter piorado o seu tempo, em relação à sessão matinal, o que o colocou no sétimo lugar na sessão da tarde, o português Miguel Oliveira (KTM) ficou com o oitavo tempo no conjunto das duas sessões e garantiu a presença, este sábado, na Q2.

A sessão de testes efectuada, na terça-feira, neste mesmo traçado, parece ter sido bem aproveitada pela KTM que, na segunda sessão do dia, colocou três pilotos nas sete primeiras posições, com o sul-africano Brad Binder (KTM) a registar o melhor tempo da sessão, ao bater o japonês Takaaki Nakagami (Honda), por 0,002”, enquanto o espanhol Pol Espargaro (KTM) foi o quinto da sessão, duas posições à frente do português, e com o quarto piloto da marca, o espanhol Iker Lecuona (KTM), a averbar o 11.º tempo, numa confirmação clara da evolução verificada de uma corrida para a outra.

Apesar de ter melhorado o seu tempo na segunda sessão, o francês Fabio Quartararo (Yamaha) foi terceiro na sessão, enquanto o italiano Andrea Divizioso (Ducati), que comanda o campeonato, não foi além do 18.º tempo, entre os 20 pilotos que estiveram em acção.

Para que não houvesse dúvidas quanto à posição que ocupa no comando do campeonato de Moto2, o italiano Luca Marini (Kalex), depois de só ter efectuado cinco voltas na sessão matinal, impôs-se na segunda sessão e ficou com o melhor tempo do dia, com o seu compatriota, Enea Bastianini (Kalex), que foi o mais rápido de manhã, a ficar na sexta posição no conjunto das duas sessões.

O espanhol Aron Canet (Speed Up) e o alemão Marcel Schrotter (Kalex) foram os que mais se aproximaram de Luca Marini, com o alemão a comprometer a possibilidade de ser o mais rápido do dia, em consequência de uma queda nos derradeiros momentos da sessão.

Se, na sessão da manhã, o espanhol Raul Fernandez (KTM) tinha sido o único a chegar ao segundo “41”, na sessão da tarde o espanhol Jaume Masia (Honda) e o italiano Celestino Vietti (KTM) também quebraram a barreira do segundo “42”, com o tempo da manhã a permitir a Raul Fernandez ficar com a segunda marca do dia, atrás do seu compatriota, que foi o mais rápido no conjunto das duas sessões.

MELHORES TEMPOS

MotoGP – Brad Binder (KTM), 1’31,628; Takaaki Nakagami (Honda), 1’31,630”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’31,644”; Maverick Viñales (Yamaha), 1’31,669”; Pol Espargaro (KTM), 1’31,699”; Danilo Petrucci (Ducati), 1’31,973”; Miguel Oliveira (KTM), 1’32,032”; Johann Zarco (Ducati), 1’32,072”; Joan Mir (Suzuki), 1’32,126”; Francesco Bagnaia (Ducati), 1’32,138”. Treinaram mais 10 pilotos.

Moto2 – Luca Marini (Kalex), 1’35,956”; Aron Canet (Speed Up), 1’36,046”; Marcel Schrotter (Kalex), 1’36,157”; Sam Lowes (Kalex), 1’36,161”; Joe Roberts (Kalex), 1’36,251”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’36,284”; Xavi Vierge (Kalex), 1’36,317”; Jorge Navarro (Speed Up), 1’36.467”; Jake Dixon (Kalex), 1’36,581”; Lorenzo Baldassari (Kalex), 1’36,594”. Treinaram mais 19 pilotos

Moto3 – Jaume Masia (Honda), 1’41,663”; Celestino Vietti (KTM), 1’41,983; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’42,075”; Andrea Migno (KTM); 1’42,089”; Raul Fernandez (KTM), 1’42,120”; Filip Salac (Honda), 1’42,133”; Dennis Foggia (Honda), 1’42,198”; Stefano Nepa (KTM), 1’42,227”; Ayumu Sasaki (KTM), 1’42,277”; Albert Arenas (KTM), 1’42,310”. Treinaram mais 21 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: