Miguel Oliveira em busca de pontos na Argentina

Se na estreia, em MotoGP, o desgaste excessivo do pneu traseiro o impediu de terminar nos pontos, o português Miguel Oliveira (KTM) alinha no GP Motul de la Republica Argentina, apostado em alcançar o que não conseguiu no Qatar.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Por aquilo que se viu na prova inaugural da temporada, Miguel Oliveira pode aspirar a uma presença regular nos lugares pontuáveis, onde chegou a rodar em grande parte da corrida de abertura do campeonato, e deu-se ao luxo de, por vezes, apesar de ser “rookie” e lutar com pilotos com muito mais experiência na categoria, ser o melhor dos quatro pilotos que tripulam motos da marca austríaca.

Entretanto soube-se esta semana que o Tribunal de Apelação considerou improcedente o protesto feito pela Aprilia, Honda, KTM e Suzuki contra a Aprilia, por causa de uns deflectores existentes na moto italiana que, segundo os reclamantes influem no comportamento aerodinâmico da moto.

Em causa estavam as motos de Andrea Dovizioso, vencedor da corrida inaugural, Danilo Petrucci e Jack Miller, com o primeiro a ver confirmada a vitória conquistada em pista, embora a decisão possa ser recorrida para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), sedeado em Lausanne.

Como consequência, as Ducati vão utilizar, no Circuito de Termas de Rio Hondo, os tais deflectores, restando saber se em futuras corridas as marcas vão adoptar igual procedimento, uma vez que o tempo que mediou entre a decisão do Tribunal e a corrida argentina foi demasiado curta para haver alterações.

CLASSIFICAÇÕES DOS CAMPEONATOS

PILOTOS

MOTOGP – 1.º Andrea Dovizioso, 25 pontos; 2.º Marc Marquez, 20; 3.º, Cal Crutchlow, 16; 4.º, Alex Rins, 13; 5.º, Valentino Rossi, 11; 6.º, Danilo Petrucci, 10; 7.º, Maverick Viñales, 9; 8.º, Joan Mir, 8; 9.º, Takaaki Nakagami, 7; 10.º, Aleix Espargaro, 6. Estão classificados mais cinco pilotos

MOTO2 – 1.º, Lorenzo Baldassarri, 25 pontos; 2.º, Thomas Luthi, 20; 3.º, Marcel Schrotter, 16; 4.º, Remy Gardner, 13; 5.º, Augusto Fernandez, 11”; 6.º, Sam Lowes,10; 7.º, Alex Marquez, 9; 8.º, Luca Marini, 8; 9.º, Enea Bastianini, 7; 10.º, Xavi Vierge (Kalex), 6”. Estão classificados mais cinco pilotos.

MOTO3 – 1.º, Kaito Toba 25 pontos; 2.º, Lorenzo Dalla Porta, 20; 3.º Aron Canet, 16; 4.º, Marcos Ramirez, 13; 5.º, Celestino Vietti, 11; 6.º, Albert Arenas, 10; 7.º, Raul Fernandez, 9; 8.º, Niccolò Antonelli, 8; 9.º, Romano Fenati, 7; 10.º, Jakub Kornfeil, 6. Estão classificados mais cinco pilotos.

CONSTRUTORES

MOTOGP – 1.º, Ducati, 25 pontos; 2.º, Honda, 20; 3.º, Suzuki, 13; 4.º, Yamaha, 11; 5.º, Aprilia, 6; 6.º, KTM, 4

MOTO2 – 1.º, Kalex, 25 pontos; 2.º, Speed Up, 5; 3.º, KTM, 4; 4.º, NTS, 2

MOTO3 – 1.º Honda, 25 pontos; 2.º, KTM; 16

EQUIPAS

MOTOGP – 1.º, Mission Winnow Ducati, 35 pontos; 2.º, Repsol Honda Team, 23; 3.º, LCR Honda, 23; 4.º, Team Suzuki Ecstar, 21; 5.º, Monster Energy Yamaha, 20; 6.º, Aprilia Racing Team Gresini, 8; 7.º, Petronas Yamaha SRT, 5; 8.º, Red Bull KTM Factory Racing, 5

MOTO2 – 1.º, Flexbox HP40, 36 pontos; 2.º, Dynavolt Intact GP, 36; 3.º, EG 0,0 Marc VDS, 15; 4.º, ONEVOX TKKR SAG Team, 13; 5.º, Federal Oil Gresini Moto2, 10; 6.º, Italtrans Racing Team, 10; 7.º, SKY Racing Team VR46, 8; 8.º, +Ego Speed Up, 5; 9.º, Red Bull KTM Ajo, 5; 10.º, NTS RW Racing GP, 2

MOTO3 – 1.º, Leopard Racing, 33 pontos; 2.º, Honda Team Asia, 30; 3.º, Sama Qatar Angel Nieto Team, 19; 4.º, Sterilgarda Max Racing Team, 16; 5.º, Sky Racing Team VR46, 11; 6.º, SIC58 Squadra Corse, 8; 7.º, Snipers Team, 7; 8.º, Redox PruestelGP, 6; 9.º, Estrela Galicia 0.0, 4; 10.º, Petronas Sprinta Racing, 3; 11.º, Bester Capital Dubai, 2; 14,.º, Kommerling Gresini Moto, 1

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação