Miguel Oliveira em 5.º no GP dos Países Baixos

A prova foi conquistada por Fabio Quartanaro, da Yamaha, que arrecadou a sua quarta vitória esta temporada e reforçou a liderança do campeonato.

(auto.look2010@gmail.com)

O português Miguel Oliveira (KTM) terminou hoje na quinta posição o Grande Prémio dos Países Baixos de MotoGP, nona etapa do Campeonato do Mundo, numa prova em que a Yamaha conseguiu a “dobradinha”.

O piloto de Almada concluiu as 26 voltas da corrida a 8,402 segundos do vencedor, o francês Fabio Quartararo (Yamaha), que bateu o espanhol Maverick Viñales, seu colega de equipa na Yamaha, por 2,757 segundos e o campeão mundial e também espanhol Joan Mir (Suzuki) por 5,760.

Maverick Viñales, que há uma semana foi último no GP da Alemanha em que Miguel Oliveira foi segundo classificado, largou hoje da “pole position”, mas desceria para quarto após uma tímida partida.

Miguel Oliveira também não arrancou bem, baixando de sexto até ao nono lugar. Depois aproveitou um desentendimento entre o espanhol Alex Rins (Suzuki) e o francês Johann Zarco (Ducati), que chegou a ser investigado pelos comissários, para ascender ao oitavo posto.

Ainda ultrapassou o australiano Jack Miller (Ducati) e o japonês Takaaki Nakagami (Honda) e beneficiou de um erro do italiano Francesco Bagnaia (Ducati), que chegou a liderar, para subir ao quinto posto final.

Fabio Quartararo, que tinha mantido uma luta entretida com Francesco Bagnaia antes de o italiano cometer um erro na volta 14, ainda apanhou «um susto» quando começou a sentir «dores» num braço. Mas, com estes resultados, Fabio Quartararo alargou a liderança no campeonato, somando 156 pontos. Miguel Oliveira mantém o sétimo lugar no Mundial, com 85 pontos, estando a 24 da terceira posição.

A próxima corrida será o GP da Estíria, na Áustria, em 8 de Agosto, no mesmo palco da primeira vitória de Miguel Oliveira em MotoGP, em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *