Miguel Oliveira de azul e laranja em MotoGP

Piloto português principia esta temporada na categoria rainha do motociclismo e mostrou-se muito satisfeito com o aspecto da KTM da equipa Tech3.

(auto.look2010@gmail.com)

Foi revelado, esta terça-feira, o design final da moto que Miguel Oliveira vai usar na estreia no MotoGP. A Red Bull KTM Tech3, equipa do português, também deu a conhecer o equipamento do piloto de Almada. O piloto português, que se estreia esta temporada na categoria rainha do motociclismo, tem andado a treinar com uma moto descaracterizada, mas hoje ficou a conhecer-se as cores definitivas da KTM RC16. O “design” é semelhante ao que é utilizado no Mundial de Fórmula 1 pela Toro Rosso, equipa satélite da Red Bull, o principal patrocinador da KTM no Mundial de MotoGP.

«Estou muito satisfeito com as novas cores, a moto é incrível», disse o piloto português, à margem de uma cerimónia que decorreu na sede da KTM em Mattighofen, na Áustria. Nas cores da equipa que faz alinhar Miguel Oliveira predomina o azul, com algum laranja nas laterais (a cor da KTM) e o símbolo da marca de bebidas energéticas que patrocina a equipa em cinzento, à semelhança do que acontece com a escuderia Toro Rosso da Fórmula 1. Uma conjugação de cores que se distingue do laranja e preto da equipa oficial da marca austríaca.

«O aspecto de todo o equipamento é incrível, muito diferente daquele ao qual estou habituado», sublinhou Miguel Oliveira, acrescentando que «é um projecto bonito que a KTM e a Red Bull montaram, pois ter duas equipas de fábrica na grelha de partida é um factor único e demonstra, claramente, que a KTM quer dominar esta categoria a breve prazo, assim como as corridas de velocidade em geral», sublinhou o piloto da Almada.

Miguel Oliveira mostrou-se ainda «orgulhoso» e «privilegiado» por fazer parte deste projecto. Já o director da equipa Tech3, o francês Hervé Poncharal, diz que as novas cores tornam a moto «muito elegante», o que «para um francês é sempre importante», brincou.

«Claro que o fundamental para uma mota de corridas é ser rápida e estamos a trabalhar nisso. Os testes que fizemos em Sepang (na Malásia), há alguns dias, foram interessantes. Mas, se a mota for rápida e bonita, é um bónus», precisou o dono da formação apoiada pela KTM.

A prova de estreia do piloto português no Mundial de MotoGP acontece a 10 de Março no Qatar.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação