Miguel Oliveira: “Correr em casa é um privilégio”

A terceira ronda do Mundial de MotoGP disputa-se em 18 de Abril no Autódromo Internacional do Algarve. Piloto de Almada está “ansioso” para voltar a correr no país natal.

(auto.look2010@gmail.com)

O piloto Miguel Oliveira (KTM) admitiu estar «ansioso» por voltar a correr em Portugal, na terceira ronda do Mundial de MotoGP, que se disputa em 18 de Abril no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão. À margem da apresentação da Miguel Oliveira Fan Clube Racing Team, uma equipa com cinco pilotos que vai participar nos campeonatos português e espanhol de velocidade em motociclismo, o piloto de Almada espera que «corra tudo pelo melhor».

Depois de ter dominado o GP de Portugal de 2020, ano em que o Mundial de Velocidade voltou a Portugal pela primeira vez desde 2012, juntando a vitória à “pole position” e à volta mais rápida em corrida, Miguel Oliveira espera repetir a fórmula.

«Correr em casa é um privilégio. Estou ansioso. Como no ano passado, vou chegar com uma vontade enorme de fazer bem e que o trabalho seja bem feito, que nada falhe desta vez e que possa fazer desfrutar os fãs portugueses», sublinhou o piloto almadense da KTM.

Depois de duas corridas recheadas de problemas no Qatar, na abertura do campeonato, Miguel Oliveira ocupa o 14.º posto do campeonato, com quatro pontos, fruto de um 13.º e um 15.º lugares. O francês Johann Zarco (Ducati) chega a Portimão no comando do campeonato, com 40 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *