Miguel Oliveira continua a melhorar o tempo

Destaque para o facto de, na sessão de treinos de hoje, serem espanhóis os pilotos que encabeçam as respectivas listas de tempos.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A terceira sessão de treinos livres permitiu à quase totalidade dos pilotos melhorar os tempos efectuados, ontem, uma vez que na segunda sessão foram pouco o que o conseguiram, com o português Miguel Oliveira (KTM) a andar cada vez mais depressa, mas a cair para a 22.ª posição no conjunto das três sessões.

Destaque para o facto de, na sessão de treinos de hoje, serem espanhóis os pilotos que encabeçam as respectivas listas de tempos. Em MotoGP coube ao espanhol Alex Rins (Suzuki) registar a melhor marca, ao ser 0,036” mais rápido que o francês Fabio Quartararo (Yamaha), que ontem tinha terminado o dia no primeiro lugar, mas que hoje deu a primeira queda na categoria rainha do motociclismo mundial.

O inglês Cal Crutchlow (Honda) registou o terceiro tempo, com os 16 primeiros a caberem num segundo.

Surpresa em Moto2, com o espanhol Jorge Navarro (Speed Up) e o italiano Fabio Di Giannantonio (Speed Up) a colocarem-se no topo da tabela de tempos, relegando as Kalex para as 12 posições seguintes, algo que não é costume acontecer, com o inglês Sam Lowes (Kalex), em terceiro, a ser o melhor da marca.

Em Moto3, o espanhol Aron Canet (KTM), comandante do campeonato, colocou-se, pela primeira vez este fim-de-semana, no topo da tabela de tempos, subindo do 17.º lugar assegurado, ontem, no conjunto das duas sessões de treinos livres, até ao comando da hierarquia.

O espanhol foi 0,107” mais rápido que o italiano Niccolò Antonelli (Honda), com o argentino Gabriel Rodrigo (Honda) a ser, pela terceira vez, noutras tantas sessões, o terceiro da hierarquia.

MELHORES TEMPOS DO TERCEIRO TREINO LIVRE

MOTOGP – Alex Rins (Suzuki), 1’39,547”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’39,583”; Cal Crutchlow (Honda), 1’39,711”; Valentino Rossi (Yamaha) 1’39,722”; Maverick Viñales (Yamaha), 1’39,756”; Andrea Dovizioso (Ducati), 1’39,769”; Pol Espargado (KTM), 1’39,857”; Danilo Petrucci (Ducati), 1’39,918”; Marc Marquez (Honda), 1’39,923”; Jorge Lorenzo (Honda), 1’39,949”; …; Miguel Oliveira (KTM), 1’41,102”. Treinaram mais dois pilotos.

MOTO2 – Jorge Navarro (Speed Up), 1’44,214”; Fábio Di Giannantonio (Speed Up), 1’44,239”; Sam Lowes (Kalex), 1’44,242”; Luca Marini (Kalex), 1’44,259”; Alex Marquez (Kalex), 1’44,282”; Thomas Luthi (Kalex), 1’44,385”; Enea Bastianini (Kalex), 1’44,252”; Marcel Schrotter (Kalex), 1’44,544”; Lorenzo Baldassarri (Kalex), 1’44,571”; Remy Gardner (Kalex), 1’44,587”. Treinaram mais 22 pilotos

MOTO3 – Aron Canet (KTM), 1’48,433”; Niccolò Antonelli (Honda), 1’48,540”; Gabriel Rodrigo (Honda), 1’48,606”; Raul Fernandez (Honda), 1’48,630”; Makar Yurchenko (KTM), 1’48,670; Jaume Masia (KTM), 1’48,748”; Sergio Garcia (Honda), 1’48,822”; Afonso Lopez (Honda), 1’48,837”; Marcos Ramirez (Honda), 1’48, 891”; Lorenzo Dalla Porta (Honda), 1’48,894”. Treinaram mais 21 pilotos.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação