Miguel Oliveira “confiante” para o GP Países Baixos

Almadense mostrou-se «confiante» para o Grande Prémio dos Países Baixos de MotoGP, depois de se ter qualificado na sexta posição da grelha de partida.

(auto.look2010@gmail.com)

O português Miguel Oliveira (KTM) fez a sua melhor volta em 1m32,450s, terminando a 0,636 segundos do mais rápido, o espanhol Maverick Viñales (Yamaha): «Estamos um pouco mais afastados dos líderes do que nas últimas corridas, mas o resultado é o mesmo, pois estamos em sexto como na Alemanha. Estou um pouco mais afastado do que gostaria, mas temos uma ideia do que queremos para a corrida», frisou o piloto de Almada.

Miguel Oliveira antecipa uma «corrida dura» para este domingo, contudo garante estar «confiante». «Cada fim-de-semana é um desafio diferente. Tínhamos uma moto que se ajustava ao traçado de Assen, mas tivemos que acertar algumas coisas. Também tivemos chuva ontem (sexta-feira), o que nos atrasou o trabalho. Mas acredito que estejamos mais ou menos lá. Às vezes, não dará para lutar por pódios e vitórias, mas estaremos no “top 5”», apontou o piloto de Almada. O luso sublinhou que «neste nível, todas as corridas são difíceis»

Sobre a deste fim-de-semana, acredita que «será fisicamente dura para todos», pelo que o físico «talvez seja uma parte super importante». Neste circuito, considerado a “Catedral do motociclismo”, o «arranque é menos crítico para ganhar posições», porque a recta antes da primeira curva é mais curta. Ainda assim, Miguel Oliveira espera «fazer um bom arranque e ganhar algumas posições no início».

Miguel Oliveira mostra-se também despreocupado com novas evoluções da sua KTM: «Temos de trabalhar com o que temos e acho que temos feito um bom trabalho. Mas esperamos sempre pequenas evoluções», concluiu.

O piloto português foi ainda oitavo, esta manhã, na terceira sessão de treinos livres e terceiro na quarta sessão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *