Miguel Oliveira confiante para Misano

Após dois fins-de-semana de pausa, que permitiram aos pilotos recuperar o físico, o “Mundial de MotoGP está de volta para mais três fins-de-semana de corridas, duas em Misano e uma em Barcelona, situação que os pilotos consideram penalizante.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Do ponto de vista físico vai ser exigente, mas tivemos tempo para descansar e estamos motivados, para além de irmos correr numa pista onde testámos e da qual temos informações pelo que penso que podemos voltar a ter um bom resultado.

Asfalto novo coloca problemas de pneus, com a Michelin a disponibilizar pneus “slick” dianteiros assimétricos, com o lado direito mais duro, por o traçado italiano ter 10 curvas para a direita e seis para a esquerda.

Embalado pela vitória no Red Bull Ring, a primeira de um piloto português em MotoGP, e confiante nos testes efectuados, Miguel Oliveira (KTM) não esconde a confiança na conquista de um bom resultado, que lhe permita subir alguns lugares, ele que é nono, a seis pontos do quarto.

O francês Fabio Quaratararo (Yamaha) entra para a sexta corrida da temporada com três pontos de avanço sobre o italiano Andrea Dovizioso (Ducati), com o australiano Jack Miller (Ducati), terceiro no campeonato, à procura da primeira vitória do ano.

Em Moto2 é o italiano Luca Marini (Kalex) que chega a Misano na frente com escassos oito pontos de avanços sobre o seu compatriota Enea Bastianini (Kalex) e o espanhol Jorge Martin (Kalex), que partilham o segundo lugar, numa competição onde o equilíbrio tem sido a nota dominante e na qual Enea Bastianini é o único a contabilizar duas vitórias, mas seis corridas efectuadas.

Diferença maior, entre primeiro e segundo acontece em Moto3, com espanhol Albert Arenas (KTM), vencedor de três das seis corridas já cumpridas, a dispor de 25 pontos de vantagem sobre o japonês Ai Ogura (Honda) e 39 sobre o inglês John McPhee (Honda) dando a sensação de estar lançado para a conquista do título.

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS

MotoGP – 1.º, Fábio Quartararo, 70 pontos; 2.º, Andrea Dovisioso, 67; 3.º, Jack Miller, 56; 4.º, Brad Binder, 49; 5.º, Maverick Viñales, 48; 6.º, Takaaki Nakagami, 46; 7.º, Valentino Rossi, 45; 8.º, Joan Mir, 44; 9.º, Miguel Oliveira, 43; 10.º, Pol Espargaro, 35. Estão classificados mais 12 pilotos

Moto2 – 1.º, Luca Marini, 87 pontos; 2.º, Enea Bastianini, 79; 3.º, Jorge Martin, 79; 4.º, Tetsuta Nagashima, 68; 5.º, Mauro Bezzecchi, 65; 6.º, Sam Lowes, 59; 7.º, Xavi Vierge, 46; 8.º, Aron Canet, 43; 9.º, Remy Gardner, 41; 10.º, Joe Roberts, 39. Estão classificados mais 16 pilotos

Moto3 – 1.º, Albert Arenas, 106 pontos; 2.º, Ai Ogura, 81; 3.º, John McPhee, 67; 4.º, Celestino Vietti, 66; 5.º, Tony Arbolino, 60; 6.º, Tatsuki Suzuki, 59; 7.º, Raul Fernandez, 51; 8.º, Gabriel Rodrigo, 48; 9.º, Jaume Masia, 41; 10.º, Dennis Foggia, 37. Estão classificados mais 14 pilotos

MARCAS

Moto GP – 1.º Yamaha, 88 pontos; 2.º, Ducati, 87; 3.º, KTM, 82; 4.º, Suzuki, 57; 5.º, Honda, 46; 6.º, Aprilia, 20

Moto2 – 1.º Kalex, 150 pontos; 2.º, Speed Up, 48; 3.º, MV Agusta, 15; 4.º, NTS, 9

Moto3 – 1.º, KTM, 136 pontos; 2.º, Honda, 130; 3.º, Husqvarna, 17

EQUIPAS

MotoGP – 1.º Petronas Yamaha SRT, 102 pontos; 2.º, Monster Energy Yamaha MotoGP, 93; 3.º, Ducati Team, 92; 4.º, Red Bull KTM Factory Racing, 84; 5.º, Team Suzuki Ecstar, 73; 6.º, Pramac Racing, 69; 7.º, Red Bull KTM Tech3, 56; 8.º LCR Honda, 53; 9.º, Esponsorama Racing, 37; 10.º, Aprilia Racing Team Gresini, 23; 11.º, Repsol Honda Team, 15

Moto2 – 1.º, Sky Racing Team VR46, 152 pontos; 2.º, Red Bull KTM Ajo, 147; 3.º, EG 0,0 Marc VDS, 84; 4.º, Italtrans Racing Team, 79; 5.º Liqui Moly Intact GP, 72; 6.º, Open Aspar Team Moto2, 60; 7.º, Petronas Sprinta Racing, 58; 8.º, Flexbox HP 40, 46; 9.º, Onexox TKKR SAG Team, 41; 10.º, Tennor American Racing, 40; 11.º, +Ego Speed Up. 22; 12.º, MV Agusta Forword Racing, 16; 13.º, Federal Oil Gresini Moto2, 11; 14.º, NTS RW Racing GP, 9; 15.º, Idemitsu Honda Team Asia, 3.

Moto3 – 1.º, Valresa Aspar Team, 126 pontos; 2.º, Sky Racing Team VR46, 88; 3.º, Honda Team Ásia, 81; 4.º, SIC58 Squadra Corse, 80; 5.º, Leopard Racing, 78; 6.º, Kommerling Gresini Moto3, 78; 7.º, Rivacold Snipers Team, 72; 8.º, Petronas Sprinta Racing, 67; 9.º, Red Bull KTM Ajo, 63; 10.º, CIP Green Power, 37; 11.º, Estrella Galicia 0,0, 27; 12.º, Red Bull KTM Tech 3, 21; 13.º, Sterilgarda Max Racing Team, 19; 14.º Reale Avintia Moto3, 3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: