Miguel Oliveira “cai” para 18.º em Aragon

O piloto natural de Almada encontra-se em ano de estreia no MotoGP, categoria em que segue em 18.º lugar, com 26 pontos após 13 corridas.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Apesar de ter melhorado o tempo, o português “caiu” de 11.º para 18.º na hierarquia no segundo tempo de treinos livres de MotoGP, com o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) a registar o melhor tempo (1’48,014”), mas a ficar a mais de um segundo do registado (1’46,869”) pelo seu compatriota Marc Marquez (Honda) na sessão de abertura.

O italiano Valentino Rossi (Yamaha) acabou por ficar com a segunda marca, à frente do francês Fabio Quartararo (Yamaha), com os dois a juntarem-se a Maverick Viñales no lote dos que suplantaram Marc Marquez.

Miguel Oliveira foi 0,020” mais rápido que na sessão matinal e acabou atrás do finlandês Mika Kallio (KTM), que faz a estreia aos comandos da moto da marca austríaca, com Pol Espargaro (KTM), o outro piloto da equipa oficial, a registar um prometedor quinto tempo.

Tal como em MotoGP, também o melhor tempo (1’52,833”) da segunda sessão de Moto2, desta feita alcançado pelo italiano Luca Marini (Kalex), o único a rodar no segundo “52”, não bateu o feito (1’52,454”) pelo espanhol, Augusto Fernandez (Kalex) na sessão de abertura, o que o coloca como o mais rápido do dia na categoria.

Em Moto3, o japonês Tatsuki Suzuki (Honda), que foi o mais rápido na sessão matinal, foi, desta vez, batido, pelo italiano Andrea Migno (KTM), que foi o único, nas três categorias a conseguir baixar a melhor marca feita na sessão da manhã, o que lhe permitiu colocar-se no topo da tabela de tempos, no conjunto das duas sessões.

Outro italiano, Tony Arbolino (Honda), registou a terceira marca, à frente do espanhol Jaume Masia (KTM), que foi o mais rápido dos pilotos da casa.

MELHORES TEMPOS DOS TREINOS LIVRES

MOTOGP – Maverick Viñales (Yamaha), 1’48,014”; Valentino Rossi (Yamaha), 1’48,071”; Fábio Quartararo (Yamaha), 1’48,117”; Marc Marquez (Honda), 1’48,204”; Pol Espargaro (KTM), 1’48,392”; Jack Miller (Ducati), 1’48,442”; Cal Crutchlow (Honda), 1’48,450”; Andrea Dovizioso (Ducati), 1’48,477”; Joan Mir (Suzuki), 1’49,641”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’48,704”; …; Miguel Oliveira (KTM), 1’49,425”. Treinaram mais cinco pilotos.

MOTO2 – Luca Marini (Kalex), 1’52,833”; Lorenzo Baldassarri (Kalex), 1’53,103”; Sam Lowes (Kalex), 1’53,111”; Alex Marquez (Kalex), 1’53,131”; Nicolò Bulega (Kalex), 1’53,157”; Iker Lecuona (KTM), 1’53,159”; Thomas Luthi (Kalex), 1’53,197”; Brad Binder (KTM), 1’53,271”; Tetsuta Nagashima (Kalex), 1’53,367”. Treinaram mais 22 pilotos

MOTO3 – Andrea Migno (KTM), 1’58,566”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’58,652”; Tony Arbolino (Honda), 1’58,732”; Jaume Masia (KTM), 1’58,784”; Ayumu Sasaki (Honda), 1’59,014”; Filip Salac (KTM), 1’59,103”; Ricardo Rossi (Honda), 1’59,116”; John McPhee (Honda), 1’59,122”; Ai Ogura (Honda), 1’59,134; Albert Arenas (KTM), 1’59,184”. Treinaram mais 21 pilotos.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação