Miguel Oliveira à porta dos pontos no MotoGP

O piloto português terminou no 16.º lugar a corrida de MotoGP do Grande Prémio de Itália, vencida pelo italiano Danilo Petrucci (Ducati).

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Embora tenha voltado a ficar fora dos pontos, o português Miguel Oliveira (KTM) fez uma excelente corrida em Mugello ao recuperar da 23.ª posição à partida, até ao 16.º lugar, tendo ficado à frente do francês Johann Zarco (KTM), piloto da equipa oficial da marca austríaca.

A corrida de MotoGP foi das mais emocionantes da temporada, com o italiano Danilo Petrucci (Ducati) a chegar à vitória na derradeira volta, à frente do espanhol Marc Marquez (Honda), que cimentou a posição de comandante do campeonato, do seu compatriota Andrea Dovizioso (Ducati) e do espanhol Alex Rins (Suzuki), com os quatro a terminarem separados por 0,535”.

Em Moto2, o espanhol Alex Marquez (Kalex) impôs-se ao italiano Luca Marini (Kalex) e ao suíço Thomas Luthi (Kalex), naquela que foi a vitória mais folgada tarde.

Tal como a corrida de MotoGP, também a corrida de Moto3 foi decidida em cima, com os oito primeiros a terminarem separados por menos um segundo.

A vitória pertenceu ao italiano Tony Arbolino (Honda) que bateu em cima da meta o seu compatriota Lorenzo Dalla Porta (Honda) e o espanhol Jaume Masia (KTM).

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDAS

MOTOGP – 1.º, Danilo Petrucci (Ducati), 23 voltas (120,635 km) em 41’33,794” (174,1 km/h); 2.º, Marc Marquez (Honda), a 0,043; 3.º, Andrea Dovizioso (Ducati), a 0,338”; 4.º, Alex Rins (Suzuki), a 0,535”; 5.º Takaaki Nakagami (Honda), a 6,535”; 6.º, Maverick Viñales (Yamaha), a 7,481”; 7.º, Michele Pirro (Ducati), a 13,288”; 8.º, Cal Crutchlow (Honda), a 13,937”; Pol Espargaro (KTM), a 16,533”; 10.º, Fabio Quartararo (Yamaha), a 17,994”; …; 16.º, Miguel Oliveira (KTM), a 30,101”. Classificou-se mais um piloto

MOTO2 – 1.º, Alex Marquez (Kalex), 21 voltas (110,145 km), em 39’31,262” (167,2 km/h); 2.º, Luca Marini (Kalex), a 1,928”; 3.º, Thomas Luthi (Kalex), a 2,242”; 4.º, Lorenzo Baldassarri (Kalex), a 3,653”; 5.º, Augusto Fernandez (Kalex), a 3,973”; 6.º, Enea Bastianini (Kalex), a 3,985”; 7.º, Jorge Navarro (Speed Up), a 4,986”; 8.º, Marcel Schrotter (Kalex), a 6,215; 9.º, Sam Lowes (Kalex), a 11,466”; 10.º, Fabio Di Giannantonio (Speed Up), a 13,050”. Classificaram-se mais 15 pilotos.

MOTO3 – 1.º, Tony Arbolino (Honda), 20 voltas (104,900 km), em 39’29,874” (159,3 km/h); 2.º, 2.º, Lorenzo Dalla Porta (Honda), a 0,029”; 3.º, Jaume Masia (KTM), a 0,078”; 4.º, Niccolò Antonelli (Honda), 0,156”; 5.º, Dennis Foggia (KTM), a 0,267”; 6.º, John McPhee (Honda), a 0,403”; 7.º, Aron Canet (KTM), a 0,559”; 8.º, Tatsuki Suzuki (Honda), a 0,595”; 9.º, Celestino Vietti (KTM), a 1,566”; 10.º, Darryn Binder (KTM), a 1,597”. Classificaram-se mais 11 pilotos

CAMPEONATOS

PILOTOS

MOTOGP – 1.º, Marc Marquez, 115 pontos; 2.º, Andrea Dovizioso, 103; 3.º, Alex Rins, 88; 4.º, Danilo Petrucci, 82; 5.º, Valentino Rossi, 72; 6.º, Jack Miller, 42; 7.º, Cal Crutchlow, 42; 8.º, Maverick Viñales, 40; 9.º, Takaaki Nakagami, 40; 10.º, Pol Espargaro, 38; …; 19.º, Miguel Oliveira, 8. Estão classificados mais cinco pilotos

MOTO2 – 1.º, Lorenzo Baldassarri, 88 pontos; 2.º, Alex Marquez, 86; 3.º, Thomas Luthi, 84; 4.º, Jorge Navarro, 73; 5.º, Marcel Schrotter, 64; 6.º, Luca Marini, 58; 7.º, Augusto Fernandez, 54; 8.º, Enea Bastianini, 45; 9.º, Remy Gardner, 41; 10.º, Brad Binder, 39. Estão classificados mais 17 pilotos.

MOTO3 – 1.º Aron Canet, 83 pontos; 2.º, Lorenzo Dalla Porta, 80; 3.º, Niccolò Antonelli, 70; 4.º, Jaume Masia, 65; 5.º, Celestino Vietti, 52; 6.º, Toby Arbolino, 51; 7.º, Kaito Toba, 51; 8.º, John McPhee, 44; 9.º, Andrea Migno, 10; 10.º, Gabriel Rodrigo, 37. Estão classificados mais 15 pilotos.

CONSTRUTORES

MOTOGP – 1.º, Honda 121 pontos; 2.º, Ducati, 115; 3.º, Suzuki, 88; 4.º, Yamaha, 88; 5.º, KTM, 38; 6.º, Aprilia, 31

MOTO2 – 1.º, Kalex, 150 pontos; 2.º, Speed Up, 78; 3.º, KTM, 43; 4.º, NTS, 7; 5.º, MV Augusta, 6

MOTO3 – 1.º, Honda, 129 pontos; 2.º, KTM, 114

EQUIPAS

MOTOGP – 1.º, Mission Winnow Ducati, 185 pontos; 2.º, Repsol Honda Team, 134; 3.º, Monster Energy Yamaha, 112; 4.º, Team Suzuki Ecstar, 100; 5.º, LCR Honda, 82; 6.º, Petronas Yamaha SRT, 65; 7.º, Pramac Racing, 51; 8.º, Red Bull KTM Factory Racing, 48; 9.º, Aprilia Racing Team Gresini, 34; 10.º, Red Bull KTM Tech3, 10; 11.º, Real Avintia Racing, 4

MOTO2 – 1.º, Flexbox HP40, 155 pontos; 2.º, Dynavolt Intact GP, 148; 3.º, EG 0,0 Marc VDS, 117; 4.º, MB Conveyors Speed Up, 82; 5.º, SKY Racing Team VR46, 71;  6.º, ONEVOX TKKR SAG Team, 65; 7.º, Italtrans Racing Team, 61; 8.º, Red Bull KTM Ajo, 41; 9.º, American Racing KTM, 28; 10.º, Federal Oil Gresini Moto2, 26; 15.º, Petronas Sprinta Racing, 8; 12.º, Tasca Racing Scuderia, 8; 12.º, NTS RW Racing GP, 8; 13.º, Idemitsu Honda Team Asia, 6; 14.º, MV Augusta Idealavoro, 6.

MOTO3 –  1.º, Bester Capital Dubai, 105 pontos; 2.º, Leopard Racing, 104; 3.º, SIC58 Squadra Corse, 101; 4.º, Sterilgarda Max Racing Team, 83; 5.º, Sky Racing Team VR46, 77; 6.º, Honda Team Asia, 68; 7.º, Sama Qatar Angel Nieto Team, 60; 8.º, VNE Snipers, 58; 9.º, Petronas Sprinta Racing, 58; 10.º, Kommerling Gresini Moto, 37; 11.º, CIP Green Power, 32; 12.º, Redox PruestelGP, 25; 13.º, Estrela Galicia 0.0, 17; 14.º, Boe Skull Rider Mugen, 15

Próxima prova – Gran Premi Monster Energy de Catalunya, dia 16 de Junho, no Circuito de Barcelona

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação