Miguel Cristóvão à procura do título

Piloto de Cascas disputa este fim-de-semana a quarta e derradeira etapa da temporada deste ano das Ultimate Cup Series, que será realizada em Paul Ricard, e onde enfrentará a batalha final pelo título da qual espera sair vitorioso.

(auto.look2010@gmail.com)

Miguel Cristóvão disputa este ano pela primeira vez um campeonato dedicado a carros da categoria LMP3 – máquinas realizadas com a filosofia dos protótipos que participam nas 24 Horas de Le Mans – e tem vindo a impressionar, tendo conquistado duas vitórias em três rondas e ainda um segundo lugar.

Graças a estes resultados, Miguel Cristóvão e os seus colegas de equipa, Julien Wagg e Alessandro Ghiretti, lideram o Campeonato de Pilotos quando abordam a última etapa da época, detendo uma vantagem de dezanove pontos face aos seus mais próximos adversários. É uma situação confortável para o trio do Ligier JS P3 número oitenta e oito, que foi sendo construída ao longo do ano, mas o português aponta que tudo pode ainda acontecer.

«Temos sido muito competitivos durante a época e não temos motivos para crer que não o seremos em Paul Ricard. O nosso principal objectivo será assegurar o título, temos uma boa vantagem, mas pode acontecer muita coisa durante uma corrida de quatro horas e temos de trabalhar para reduzirmos as possibilidades de algo correr mal. É claro que vamos para este fim-de-semana com o intuito de vencer, seria fantástico selar o campeonato com um triunfo, mas vamos ver, vamos dar o nosso melhor, como sempre», sublinhou Miguel Cristóvão.

Para além da luta pelo título, o português terá ainda de enfrentar uma corrida de quatro horas, disputada em circunstâncias bastante difíceis, uma vez que a chuva fará a sua aparição em Paul Ricard e as temperaturas serão muito baixas. Porém, Miguel Cristóvão está confiante de que toda a equipa ultrapassará as contrariedades que enfrentarão, como tem acontecido até agora.

«Esta prova promete ser bastante complicada, dado que teremos chuva, muito frio e terá o seu términus já durante a noite. Acredito que poderemos ter algumas dificuldades em colocar os pneus a funcionar correctamente, dadas as baixas temperaturas, mas isso será igual para todos e teremos de nos adaptar. Estou determinado e certo de todos juntos suplantaremos todas as contrariedades que encontraremos de modo a podermos celebrar no final de sábado. Sabemos que será difícil, mas temos também as nossas capacidades», concluiu o português.

A corrida de sábado terá o seu início às 14h15 (hora de Lisboa), e poderá ser seguida em directo através do website das Ultimate Cup Series.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *