Miguel Barbosa lidera Baja de Portalegre 500

Após o primeiro dia de prova, o experiente piloto de Lisboa, que em 2019 está dedicado ao Campeonato de Portugal de Ralis, deixou o argentino Orlando Terranova (Mini X-Raid) a 23,5 segundos.

Texto: CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Fotos: JORGE CUNHA / AIFA E OFICIAIS

Aos comandos de uma Toyota Hilux, Miguel Barbosa terminou o primeiro dos dois dias da Baja de Portalegre, prova de encerramento do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, na frente da classificação, depois de vencer o prólogo e o primeiro sector selectivo.

O piloto de Lisboa, que em 2019 está dedicado ao Campeonato de Portugal de Ralis, deixou o argentino Orlando Terranova, navegado por Bernardo Graue (Mini X-Raid) a 23,5 segundos, após os 74 quilómetros cronometrados deste primeiro dia. O espanhol Nani Roma (Boegward) fecha os lugares do pódio, a 1m13,7s do líder.

Na quarta posição terminou JakubPryzygonski e Timo Gottschalk (Toyota Hilux), a 1m18,3s de Miguel Barbosa, cabendo a Vladimir Vasilyev e KonstantinZhiltsov, em viatura idêntica, encerrar o “top five”, a 1m45,0s da liderança.

«Foi um sector muito difícil e bastante técnico. Imprimimos um ritmo muito elevado e fomos descobrindo o carro a cada quilómetro. Ficámos muito satisfeitos e impressionados com a performance do nosso Toyota. O Pedro Velosa (navegador) esteve muito bem. Voltar ao todo-o-terreno depois de mais de três anos de ausência e estar a liderar a Baja Portalegre 500 é um grande orgulho e uma grande satisfação. Amanhã (sábado), vamos continuar a atacar», prometeu Miguel Barbosa.

Já Hélder Oliveira, actual vice-campeão nacional de TT, conclui hoje, aos comandos de um Mini All4 Racing da equipa alemã X-Raid, na sexta posição da classificação. Navego por Paulo Fiúza, o piloto de Barcelos foi o sétimo mais rápido a concluir o prólogo e o sexto a terminar o segundo sector cronometrado.

João Ramos e Victor Jesus arrancaram bem para o primeiro dia competitivo da Baja Portalegre 500, colocando a Toyota Hylux no 4.º lugar no prólogo matinal, a 4,4 segundos do vencedor, tendo sido os mais rápidos por entre os concorrentes do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno.

No sector selectivo da tarde com uma extensão de 69 quilómetros, a dupla da equipa Toyota Caetano Motorsport que partia na primeira posição para a estrada, tentou desde logo impor um andamento forte. Contudo, ao quilómetro 36 foram forçados a desistir na etapa, com uma manga de eixo a ceder pela soldadura. A equipa vai regressar este sábado, voltando a alinhar no derradeiro dia da prova alentejana.

Para este sábado está reservada a terceira e última etapa com dois Sectores Selectivos – de 191,75 km (SS2) e 211,78 km (SS3) – e será a mais longa e mais dura desta 33.ª edição da Baja 500 Portalegre. O arranque da jornada está previsto para as 7h50, sendo que a cerimónia de pódio deverá dar-se-á pelas 17h45 junto às instalações da NERPOR em Portalegre.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação