Michael Schumacher está em hospital de Paris

Sob fortes medidas de segurança e com nome falso, o ex-piloto germânico terá dado entrada esta segunda-feira no Hospital Georges-Pompidou, em Paris, numa maca coberta por um lençol azul para “tratamento secreto”.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

O ex-piloto de Fórmula 1, Michael Schumacher, terá dado entrada no Hospital Georges-Pompidou, em Paris, na tarde desta segunda-feira. A informação foi avançada pelo jornal francês “Le Parisien”, afirmando que o heptacampeão, de 50 anos, teria chegado sob um forte dispositivo de segurança, transportado numa maca coberta por um pano azul para ocultar a sua identidade.

De acordo com a publicação, Michael Shumacher chegou numa ambulância suíça de Genebra, país que a sua família optou para residir. Segundo o matutino editado em Paris e após as revelações sobre a entrada do ex-campeão de Fórmula 1 na unidade hospitalar, «as instalações tornaram-se num “bunker” e sem filtros de qualquer informação».

«Desde o grave acidente de esqui de Michael Schumacher esqui, em 2013, em Méribel, a sua família mantém em segredo seu verdadeiro estado de saúde. Segundo informações do jornal “Le Parisien”, o ex-piloto alemão «encontra-se em Paris, desde segunda-feira, para aderir um protocolo médico secreto».

Esta terça-feira, na unidade hospitalar, não houve qualquer agitação, excepto a presença de um batalhão d câmaras de televisão colocadas estrategicamente junto ao portão externo do edifício. No primeiro andar do prédio D, apenas a presença de seguranças, reforçando fortemente a ideia de que o ex-campeão da Fórmula 1 está no interior do Hospital Georges-Pompidou.

Quem também admitiu a presença de Michael Schumacher na unidade hospitalar foram alguns profissionais clínicos, havendo quem garantisse que o heptacampeão «está consciente.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação