Michael Rutter vencedor do GP de Macau

Corrida foi cancelada devido a um aparatoso acidente que envolveu seis pilotos e feriu três.

(auto.look2010@gmail.com)

O britânico Michael Rutter (MGM by Bathams) foi hoje declarado vencedor do 53.º Grande Prémio de Macau de Motos, que foi cancelada devido a um aparatoso acidente que envolveu seis pilotos e feriu três, anunciou a organização. Após o incidente, que ocorreu na segunda volta, a organização informou os jornalistas que a corrida tinha sido cancelada e que, pela primeira vez na história da prova, não haveria um vencedor, mas emitiu posteriormente um comunicado a dar conta da vitória de Michael Rutter.

A organização indicou no comunicado que, de acordo com o regulamento, o resultado deve ser declarado com base em uma única volta da segunda corrida, pelo que Michael Rutter foi proclamado vencedor, à frente do britânico Peter Hickman e do australiano David Johnson, segundo e terceiro classificados, respectivamente.

Três pilotos foram hospitalizados na sequência do acidente, mas nenhum corre perigo de vida, tendo os responsáveis pela prova informado que o canadiano Dan Kruger e o irlandês Derek Sheils já receberam alta hospitalar, enquanto o finlandês Erno Kostamo está em condição estável e será submetido a uma cirurgia ainda hoje.

O piloto português André Pires também participou na prova, tendo sofrido uma queda logo na primeira volta. A corrida de motos do ano passado foi vencida por Peter Hickman, que ficara em segundo lugar na mesma prova em 2017, marcada pelo acidente mortal do piloto britânico Daniel Hegarty.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação