Mercedes com bons indícios na Ciudad de México

O finlandês da marca a estrela, Valtteri Bottas, foi o piloto mais rápido da primeira sessão de treinos livres para o Grande Prémio de La Ciudade de México, superano o colega Lewis Hamilton e o neerlandês Max Verstappen (Red Bull/Honda), segundo e terceiros, respectivamente.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Afastado do “Mundial” de F1, o ano passado, devido à pandemia e tendo servido de centro de vacinação, o Autódromo Hermanos Rodriguez volta a ser palco do Grande Prémio do México, com o asfalto a apresentar-se muito sujo e escorregadio.

Tratou-se de uma situação que implicou “batidas” traseiras, na última curva do traçado, do monegasco Charles Leclerc (Ferrari) e do mexicano Sergio Perez (Red Bull/Honda) conseguindo levar os carros até às “boxes”, tendo perdido mais de 25 minutos da sessão, para repararem os estragos verificados nas asas traseiras.

A Mercedes dominou a sessão ao colocar os seus dois pilotos no topo da tabela de tempos, com o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) a suplantar o inglês Lewis Hamilton (Mercedes) por 0,076 segundos e o neerlandês Max Verstappen (Red Bull/Honda) por 0,123 segundos.

Apesar do tempo perdido na “box” a reparar os estragos provocados pelo embate nas barreiras de protecção, Sergio Perez, “empurrado” pelos milhares de espectadores presentes, prometeu ir lutar pela vitória. Para já conseguiu o quarto tempo, com o francês Pierre Gasly (Alpha Tauri/Honda) a ser o melhor dos outros, à frente do espanhol Carlos Sainz (Ferrari) e do seu compatriota Fernando Alonso (Alpine/Renault).

Os segundos homens da Ferrari, o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), e da Alpine, o francês Esteban Ocon (Alpine/Renault) e o alemão Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes) completaram o lote dos 10 mais rápidos.

De referir que o canadiano Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes) vai largar do fim da grelha por ter trocado a unidade motriz, mas a longa recta, mais de 700 metros, da partida à primeira curva, vai-lhe permitir ganhar lugares logo nos primeiros metros.

TEMPOS DO TREINO

PILOTO CARRO MOTOR TEMPO
Valtteri Bottas Mercedes W12 Mercedes 1’18,341″
Lewis Hamilton Mercedes W12 Mercedes 1’18,417″
Max Verstappen Red Bull RB16B Honda 1’18,464″
Sergio Perez Red Bull RB16B Honda 1’18,610″
Pierre Gasly Alpha Tauri AT02 Honda 1’18,985″
Carlos Sainz Ferrari SF21 Ferrari 1’19,463″
Fernando Alonso Alpine A521 Renault 1’19,656″
Charles Leclerc Ferrari SF21 Ferrari 1’19,667″
Esteban Ocon Alpine A521 Renault 1’19,759″
Sebastian Vettel Aston Martin AMR21 Mercedes 1’19,858″
Yuiki Tsunoda Alpha Tauri AT02 Honda 1’20,011″
Kimi Raikkonen Alfa Romeo C41 Ferrari 1’20,026″
Lance Stroll Aston Martin AMR21 Mercedes 1’20,030″
Daniel Ricciardo McLaren MCL35 Mercedes 1’20,273″
Lando Norris McLaren MCL35 Mercedes 1’20,301″
Antonio Giovinazzi Alfa Romeo C41 Ferrari 1’20,344″
George Russell Williams FW 43B Mercedes 1’20,517″
Nicholas Latifi Williams FW 43B Mercedes 1’21,580″
Mick Schumacher Haas VF-21 Ferrari 1’22,144″
Nikita Mazepin Haas VF-21 Ferrari 1’22,819″

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *