Mercado de motos trava a fundo em Abril

Apesar de garantir, simultaneamente, as necessidades de mobilidade e de distanciamento social, o mercado de ciclomotores, motociclos, triciclos e quadriciclos registou uma queda histórica de 77,1 por cento, que afectou de forma transversal todos os seus segmentos.

(auto.look2010@gmail.com)

Em Abril de 2020, o mercado dos representantes oficiais de marca a operar em Portugal, de veículos novos de duas rodas, triciclos e quadriciclos, registou uma queda de 77,1 por cento face a igual mês do ano anterior, tendo sido matriculadas 658 unidades.

Em termos acumulados, no primeiro quadrimestre de 2020, foram matriculados 7.102 veículos em Portugal, o que correspondeu a uma diminuição homóloga do número de unidades matriculadas de 25,3 por cento. Numa análise individualizada pelos principais tipos de veículos, no período referido, observou-se o seguinte:

CICLOMOTORES

O mercado de ciclomotores novos matriculados pelos representantes oficiais das marcas totalizou 54 unidades em Abril de 2020, tendo apresentado uma variação negativa de 68,6 por cento face ao mês homólogo de 2019. Em termos acumulados, nos quatro meses do ano, foram matriculados 395 ciclomotores, o que se traduziu num decréscimo de 30,5 por cento relativamente a igual período do ano anterior.

MOTOCICLOS

No mês de Abril de 2020 foram matriculados em Portugal 584 motociclos, o que representou uma queda de 77,5 por cento face a igual mês de 2019. Em termos acumulados, no primeiro quadrimestre de 2020, o número de unidades matriculadas caiu 25,1 por cento face ao período homólogo do ano anterior, tendo sido colocados em circulação 6.387 novos motociclos.

Os motociclos de cilindrada até 125 cm3 registaram, em Abril de 2020, um total de 333 unidades matriculadas em Portugal, o que representou uma diminuição de 74 por cento face ao mês homólogo de 2019.

Quanto ao número acumulado de motociclos até 125 cm3 matriculados nos quatro meses de 2020, este situou-se em 3.027 unidades, o que representou uma quebra de 24,4 por cento face a igual período do ano anterior.

Os motociclos de cilindrada superior a 125 cm3 colocados em circulação pela primeira vez em Portugal registaram, no mês de Abril de 2020, um total de 251 unidades, o que representou um decréscimo de 80,9 por cento face ao mês homólogo de 2019.

Em termos acumulados, no primeiro quadrimestre de 2020, as matrículas deste tipo de veículos totalizaram 3.360 unidades, o que se traduziu numa contração de 25,6 por cento em relação ao período homólogo de 2019.

QUADRICICLOS

O mercado de quadriciclos situou-se em 19 unidades matriculadas em Abril de 2020, o que representou um decréscimo de 77,6 por cento face a igual mês de 2019. De Janeiro a Abril de 2020 as matrículas de quadriciclos registaram uma queda de 23,5 por cento em relação ao período homólogo do ano passado, tendo sido matriculados 284 quadriciclos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *