“Memórias do Rally Lousã” em exposição

Exposição de fotografias de Renato Ferreira foi inaugurada na Biblioteca Municipal da Lousã e estará patente até 1 de Junho. Paralelamente, foi apresentada uma nova instalação do projecto “Isto é Rally na Lousã” alusiva ao Vodafone Rali de Portugal.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Renato Ferreira

A Biblioteca Municipal, em que outrora serviu de espaço de eleição para pilotos e equipas efectuarem as suas operações de assistência para treinos e logística para o Rali de Portugal, exibe 78 imagens do fotógrafo Renato Ferreira. Uma forma de mostrar que a Lousã está em polvorosa com o regresso do Rali de Portugal ao seu território, um destino que sempre foi de excelência para pilotos e equipas, fruto de uma comunidade que sempre os recebeu de braços abertos.

O concelho, que sempre ofereceu a sua riqueza natural, nomeadamente a Serra da Lousã, e a gastronomia de “comer e chorar por mais” aos “magos” dos ralis, nacionais e internacionais, encontra-se em estado de graças por voltar a fazer parte integrante do Campeonato do Mundo de Ralis.

No sentido de marcar aquela que é a maior manifestação do desporto automóvel na região, que vai ter dupla passagem pela especial da Lousã no dia 31 de Maio, a Câmara Municipal e o fotógrafo lousanense Renato Ferreira procederam ontem à inauguração da exposição “Memórias do Rally na Lousã” que vai estar patente até 1 de Junho na Biblioteca Municipal Comendador Montenegro. Neste âmbito de promoção da classificativa da Lousã do Rali de Portugal, Renato Ferreira escolheu 78 imagens que «ilustram a passagem dos pilotos nas classificativas da Lousã na versão asfalto e terra, e no mítico troço Lousã-Relvas», ainda hoje recordado com uma das mais espectaculares do circuito mundial.

Renato Ferreira, que “herdou” a magia da fotografia do pai Delfim Ferreira, desenvolveu «uma pesquisa aturada para evidenciar toda a dinâmica criada pela passagem do rali nos espaços da vila e também nas classificativas».

«Podemos constatar a realidade da época, onde existia uma relação muito próxima entre público e pilotos e que, actualmente, e devido às necessárias restrições de segurança, tal não será possível hoje em dia», sublinhou Renato Ferreira.

A iniciativa ficou marcada de forma umbilical com outra medida no mínimo deslumbrante: Gonçalo Marques e João Martins, mentores do projecto “Isto é Lousã”, projectaram uma viatura afecta ao rali com o mote “Isto é Rally na Lousã”. Trata-se de uma viatura totalmente forrada a madeira proveniente da Serra da Lousã com um aspecto que não deixa ninguém indiferente e que irá produzir um efeito de enorme procura, não apenas pelos elementos instalados no âmbito deste projecto, mas também porque é possível “levá-la para casa” a partir de selfies.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação