McLaren continua a dominar em Barcelona

A troca de motores, dos Honda para os Renault, parece ter feito bem à McLaren que viu o “rookie” Lando Norris (ontem) e Carlos Sainz (hoje) colocarem-se no topo da tabela de tempos.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Carlos Sainz (McLaren)

A título de curiosidade, refira-se que Fernando Alonso tem estado presente no traçado catalão a seguir a evolução da equipa que integrou o ano passado e, depois da rapidez revelada nestes dois dias, pode muito bem ter ficado com dúvidas quanto à opção de cumprir um ano sabático na disciplina.

Sergio Perez (Racing Point/Mercedes) registou o segundo tempo e foi, em conjunto com Carlos Sainz, um dos únicos que conseguiu chegar o segundo “17”, tempo inferior ao “record” oficial, que pertence a Daniel Ricciardo com 1m18,441s.

 

Sergio Perez (Racing Point/Mercedes)

O dia não correu bem para a Ferrari, que viu Sebastian Vettel sair da pista, ainda da parte da manhã, com os estragos a serem grandes, o que impediu Charales Leclerc da rodar da parte da tarde, como estava previsto.

Ferrari, Mercedes e Renault tiveram os seus dois pilotos em acção durante o dia, com Sebastian Vettel, Valtteri Bottas (Mercedes) e Daniel Ricciardo (Renault) a guiarem de manhã, cabendo a Charles Leclerc, Lewis Hamilton e Nico Hulkenberg estarem ao volante da parte da tarde, o que acabaria por não suceder com Charles Leclerc, que, amanhã, deverá rodar, pelo menos, durante a manhã.

Sebastian Vettel (Ferrari)

A exemplo do que sucedeu a semana passada, a Mercedes continua “a esconder o jogo”, com os seus dois pilotos a estarem quase no fim da tabela de tempos, o que deixa entender que a equipa tem estado mais preocupada em tornar o W10 eficaz, sem tentar alcançar tempos que impressionam a concorrência, como o demonstra o facto de Valtteri Bottas e Lewis Hamilton terem ficado separados por 0,002”.

Contudo, é de crer que na Austrália tudo mude e os “flechas de prata” estejam não só na luta pela “pole position”, mas também pela vitória. No dia de hoje, e para além da interrupção provocada pelo despiste de Sebastian Vettel, também Max Verstappen e Carlos Sainz ficaram parados na pista, o que implicou a exibição da bandeira vermelha, com as três interrupções a acontecerem durante a manhã.

TEMPOS

Carlos Sainz (McLaren MCL34/Renault), 1m17,144s (130 voltas)

Sergio Perez (Racing Point RP19/Mercedes), 1’17,842” (88)

Sebastian Vettel (Ferrari SF90/Ferrari), 1’18,195” (40)

Kimi Raikkonen (Alfa Romeo C38/Ferrari), 1’18,209” (113)

Romain Grosjean (Haas VF-19/Ferrari), 1’18,330” (120)

Max Verstappen (Renault RS19/Renault), 1’18,395” (128)

Daniil Kvyat (Toro Rosso STR14/Honda), 1’18,682” (101)

Valtteri Bottas (Mercedes W10/Mercedes), 1’18,941” (74)

Lewis Hamilton (Mercedes W10/Mercedes), 1’18,943” (102)

Nico Hulkenberg (Renault RS19/Renault), 1’19,056” (58)

Robert Kubica (Williams FW42/Mercedes), 1’19,367” (130)

Daniel Ricciardo (Renault RS19/Renault), 1’22,597” (72)

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação