Mazda MX-30: proposta eléctrica para ambiente e condutor

Pré-encomendas do novo Mazda MX-30 arrancam na Europa, com garantia de autonomia na ordem dos 200 km, ao mesmo tempo que permite superar a média de 48 km das deslocações diárias dos clientes europeus, representando outro passo positivo na abordagem, de múltiplas soluções.

(auto.look2010@gmail.com)

 Primeiro modelo eléctrico de produção em volume da Mazda, o Mazda MX-30 faz a sua estreia mundial no Salão Automóvel de Tóquio. Desenvolvido para clientes que não pretendem sacrificar o prazer de condução quando adquirem um automóvel eléctrico, este modelo fica de imediato disponível em regime de pré-encomenda logo após este certame.

Adoptando umas portas exclusivas do tipo freestyle, materiais ecológicos e uma bateria de dimensão ideal, o novo MX-30 garante uma autonomia na ordem dos 200 km, ao mesmo tempo que permite superar a média de 48 km das deslocações diárias dos clientes europeus, representando outro passo positivo na abordagem, de múltiplas soluções, da Mazda com vista à redução de emissões, na sequência da recente introdução no mercado do inovador motor Skyactiv-X.

UM AUTOMÓVEL COM UMA BATERIA E NÃO UMA BATERIA SOBRE RODAS

Comentando sobre a estreia do Mazda MX-30, modelo que chegará aos concessionários europeus da Mazda na segunda metade de 2020, Yasuhiro Aoyama, presidente e CEO da Mazda Motor Europe afirmou: «Como acontece com todos os nossos produtos, os designers e engenheiros da Mazda tiveram objectivos muito bem definidos no que se refere ao nosso primeiro veículo com bateria eléctrica. Este teria de se destacar em termos de design, ter uma óptima condução, parte fundamental do ADN da Mazda e que nos torna únicos quando comparados com a concorrência, e ainda mais importante, ter um contributo positivo na redução das emissões ao longo de todo o ciclo de vida do produto».

«Em complemento às tecnologias de electrificação que estamos a introduzir em toda a nossa gama, sendo nós um fabricante de pequena dimensão, concentrámos todos os nossos esforços na criação de um modelo eléctrico que, antecipamos, será um segundo automóvel cuja autonomia irá ao encontro das necessidades dos clientes. Entre os representantes da imprensa que já conduziram o nosso veículo, muitos afirmaram tratar-se de um dos poucos automóveis eléctricos com as características positivas de um automóvel tradicional. Integrar o prazer de condução no coração de cada Mazda é algo que fazemos sempre e isso não será diferente no nosso modelo eléctrico», sustentou ainda o responsável.

O FOCO NO CONDUTOR

Como acontece em todos os modelos Mazda, o Mazda MX-30 proporciona uma sensação de condução muito natural e de resposta imediata nas situações de condução do quotidiano, acelerando, virando e travando exactamente como se pretende.

No Mazda MX-30 isso foi alcançado através das inovadoras abordagens de engenharia inerentes ao pacote e-Skyactiv, que também abrange a bateria, elemento perfeitamente integrado na estrutura do veículo, realçando a rigidez total do chassis e fornecendo a correcta resposta ao imputo dos condutor.

Para além disso, dada a importância do som na percepção do condutor do binário e da velocidade, os engenheiros da Mazda também desenvolveram, para o habitáculo do Mazda MX-30,um sistema de som electrónico, sincronizado com o binário do motor em termos de frequência e pressão sonoras. Isto leva a menores variações na velocidade do veículo, resultando numa condução muito estável, ainda mais suportada pelo original sistema G-Vectoring Control (GVC) da Mazda, entretanto expandido com as vantagens do motor eléctrico (G-Vectoring Control Pluseléctrico).

O DISTINTO DESIGN KODO

O Mazda MX-30 continua centrado no conceito “lessis more”do design Mazda, presente quer no exterior como no interior dos seus modelos. O habitáculo traduz uma sensação de unidade, fluindo a partir do topo do pilar A até à extremidade traseira. A cor do tejadilho emoldurado torna essa sensação ainda mais clara. As portas do tipo freestyle dão ao Mazda MX-30 uma silhueta distintiva e elegante, garantindo aos clientes um acesso facilitado aos seus bancos dianteiros e traseiros.

No seu interior destacam-se os materiais ecológicos, substituindo-se parte significativa de elementos em couro real por uma alternativa vegan. Recorre-se, ainda, à cortiça de origem ambiental na consola central flutuante, a qual permite um espaço de armazenamento criativo.

E QUANTO AO NOME?

A Mazda tem usado o prefixo “MX” em vários produtos que foram projectados e desenvolvidos em desafio às suposições da indústria automóvel das diferentes épocas. Por exemplo, com o Mazda MX-5 desenvolveu-se um desportivo de dois lugares, numa altura em que o conceito “roadster” havia sido abandonado por outros fabricantes.

Agora, com o Mazda MX-30 criámos uma experiência VE completamente nova, imbuída do ADN da Mazda no seu design interior e exterior únicos e na fantástica dinâmica de condução, garantindo que os nossos clientes poderão experimentar o inegável prazer de condução da Mazda.

MAZDA MX-30: ESPECIFICAÇÕES DE PRODUTO (*)

O Mazda MX-30 está já disponível em regime de pré-encomenda em alguns países europeus (incluindo Portugal) e chegará aos mercados na segunda metade de 2020.

Tipo de Carroçaria           SUV

Lotação                                5 pessoas

Comprimento x Largura x Altura (totais)              4.395mm × 1.795mm × 1.570mm

Distância entre eixos     2.655mm

Mecânica            e-Skyactiv

Suspensão dianteira      Estrutura MacPherson

Suspensão traseira         Barra de torção

Direcção              Pinhão e cremalheira

Travões               à frente              Discos ventilados

Travões atrás    Discos sólidos

Controlo              Travões de cooperação regenerativa

Dimensão dos pneus     215/55R18

Bateria Tipo       Iões de lítio

Células Prismática

Voltagem total 355V

Potência eléctrica total (capacidade da bateria)               35,5kWh

Motor   Tipo       AC de motor síncrono

Sistema de arrefecimento          A água

Carga    Carga DC             Tipo COMBO

Carga AC             Inputmáximo de 6,6kW

(*) Estas características são indicativas/provisórias

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação