Mazda CX-30 e MX-30 conquistam Red Dot 2020

As mais recentes evoluções do design Kodo garantem dupla vitória na conceituada iniciativa anual de design de produto. O Mazda CX-30 e o Mazda MX-30 conquistaram, em simultâneo, o troféu “Red Dot: Product Design 2020”. Tratam-se do 8.º e 9.º troféu “Red Dot” conquistados pelos modelos de design Kodo da Mazda até à data.

(auto.look2010@gmail.com)

O novo Mazda CX-30 e o novo Mazda MX-30 foram simultaneamente reconhecidos com o troféu “Red Dot: Product Design 2020”. O SUV compactoCX-30 e o MX-30, o primeiro modelo 100 por cento eléctrico da Mazda, juntam-se, assim, à crescente lista de modelos Mazda desenhados sob a égide da filosofia de design Kodo que já obtiveram tal distinção.

O novo Mazda CX-30 é o segundo modelo de produção criado ao abrigo da mais recente evolução do design Kodo, traduzida em elementos de design repletos de arte, enraizados na estética tradicional japonesa. A concepção de cada elemento do CX-30 de acordo com o princípio de “menos é mais” resultou num conjunto de superfícies limpas e harmoniosas, trazendo para o segmento dos SUV/crossovers compactos um visual totalmente original.

«Os mestres artesãos japoneses sempre valorizaram a simplicidade das formas, na sua beleza em estado puro. Tal inspirou os nossos designers na elaboração de elementos mais límpidos, criando algo dinâmico, mas simultaneamente elegante, e contido, mas vital. É assim que percebemos a estética japonesa, uma sensibilidade que levou à criação de automóveis de movimento emocional», afirma JoStenuit, director Europeu de Design da Mazda.

O interior de elevada qualidade e centrado no ser humano do Mazda CX-30 combina a excelência ergonómica com tecnologia de ponta. Os mais recentes desenvolvimentos na Skyactiv-Vehicle Architecture da Mazda aproveitam a capacidade de equilíbrio inerente das pessoas para um controlo mais natural e intuitivo do veículo, ao mesmo tempo que a gama de mecânicas integra o bloco Skyactiv-X, o revolucionário motor a gasolina da Mazda que proporciona uma eficiência semelhante a um diesel.

Embora retendo a beleza das formas artesanais do design Kodo, o estilo do novo Mazda MX-30 representa uma exploração de uma estética mais moderna, concentrada nos valores e estilos de vida do futuro mas que estão a começar a emergir.

«Essa nova abordagem resultou num design original que incorpora a expansão da expressiva gama Kodo. «O exterior é intransigentemente simples, de modo a enfatizar a sua beleza como uma massa sólida, enquanto o design do habitáculo, com a estrutura de topo emoldurada e as portas “Freestyle”, incorpora uma imagem de leveza, ao mesmo tempo que se incorpora, proactivamente, o conceito de sustentabilidade, através dos materiais usados em elementos do interior. À medida que iniciamos uma era de grandes mudanças queremos que o Mazda MX-30 mostre às pessoas que os nossos automóveis ainda conseguem gerar um puro prazer de condução», explica Youichi Matsuda, designer-chefe do Mazda MX-30.

Equipando o MX-30, o bloco e-Skyactiv, a nova tecnologia eléctrica da Mazda, possui uma bateria de iões de lítio de 35,5kWh, permitindo-lhe uma autonomia na ordem dos 200 km, muito superior à média diária de 48 km que os clientes europeus percorrem. A aplicação da nova Skyactiv-Vehicle Architecture, bem como as tecnologias de segurança i-Activsen se foram adaptadas a este VE de modo a complementar na perfeição o comportamento inerentemente suave, silencioso e totalmente eléctrico do modelo.

Estes são, assim, o 8.º e 9.º galardões Red Dot conquistados pelo design Kodo da Mazda até à data, na sequência aos atribuídos ao novo Mazda3 em 2019, ao MX-5 RF em 2017, ao MX-5 soft top, CX-3 e Mazda2, todos em 2015, e às anteriores gerações do Mazda3 (2014) e do Mazda6 (2013).

«Os vencedores do Red Dot Award provaram que criaram excelentes produtos, dignos da atribuição de um troféu», refere o Professor Doutor Peter Zec, fundador e CEO da Red Dot, sustentando que «os produtos conquistaram o júri não apenas pela sua estética, mas também pela sua incomparável funcionalidade. Com os seus designs, os vencedores dos galardões estão a estabelecer novos padrões nas respectivas indústrias».

Originário de 1955, a Red Dot é uma das maiores competições de design do mundo. Os vencedores de design de produtos, seleccionados este ano em 48 categorias, incluindo automóveis e motos, ganharam o direito de ostentar o selo internacional de excelência inerente ao símbolo “Red Dot”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: