Maserati MC20: protótipo dedicado a Moss

Um protótipo do Maserati MC20, o novo superdesportivo da Maserati, prestará homenagem a Sir Stirling Moss, o “Ás” britânico que morreu a 12 de Abril aos 90 anos de idade.

(auto.look2010@gmail.com)

O design usado para este protótipo foi retirado do Maserati Eldorado, automóvel icónico conduzido pelo próprio Stirling Moss na sua estreia em Monza, em 1958, durante o “Trofeo dei due Mondi”. É muito apropriado que a marca do Tridente tenha escolhido a data de 13 de Maio para recordar o grande piloto britânico, pois não há dúvida de que a sua vitória no Grande Premio de Mónaco de F1 em 13 de Maio de 1956, ao volante do Maserati 250F, permanece entre os muitos troféus da colecção do campeão.

Foi uma vitória incrível, já que Moss liderou a corrida desde a primeira até a última das 100 voltas em redor do exigente circuito de Mónaco. Um dia triunfante para a Maserati que terminou com o terceiro lugar – também em 250F – do piloto francês Jean Behra.

Stirling Moss, que conquistou 16 vitórias em 66 corridas de Grande Prémio de Fórmula 1, é um dos pilotos mais bem-sucedidos que nunca conquistaram um título mundial. Sir Stirling Moss esteve prestes a chegar à coroa em mais de uma ocasião, terminando em segundo lugar por quatro vezes e em terceiro em três campeonatos.

Por este motivo, era conhecido como o “rei sem coroa”. Na temporada de 1956 e em algumas corridas de 1957, Stirling Moss conduziu um Maserati 250F (“o seu favorito”, como costumava lembrar), vencido apenas por Juan Manuel Fangio. O rival argentino de Stirling Moss conquistou o título de 1957 ao volante de outro 250F, confirmando a fiabilidade e a superioridade do automóvel construído em Modena.

Através deste protótipo MC20 com a “assinatura” de Stirling Moss, a Maserati tem o desejo de comemorar um dos maiores nomes dos anais do desporto motorizado do mundo, que escreveu algumas das melhores páginas de sua própria história nas corridas. Na lista dos Maserati conduzidos pelo piloto britânico também estão incluídos os Tipo 60 Bird Cage, Tipo 61 e 300 S.

A escolha do protótipo do MC20 para dedicar ao Sir Stirling Moss não é uma coincidência: através deste modelo, a marca do Tridente visa sublinhar sua vocação para a competição e, acima de tudo, recuperar a liderança nos circuitos, após a sua última vitória no campeonato do mundo de 2010 com outro extraordinário Maserati, o MC12.

A chegada do MC20 é um evento importante para a empresa sediada em Modena, não apenas pelo regresso ao mundo das corridas, mas também porque será o primeiro modelo da marca a adoptar um novo motor 100% projectado, desenvolvido e produzido pela Maserati.

Sir Stirling Moss certamente adoraria conduzir o novo MC20: um automóvel que incorpora a 100% os verdadeiros valores da Maserati em termos de desempenho, prazer de condução e um conteúdo inovador, algo superlativamente expresso em todos os modelos da marca do tridente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: