Martim Pereira na “pele de leão” em Ourém

Depois de vários anos ausente ao volante, o piloto da Ponte Velha (Lousã), está de regresso à competição. Será no Rali Vila Medieval de Ourém, prova de abertura do Campeonato Centro de Ralis.

(auto.look2010@gmail.com)

Martim Pereira e António Joaquim Pereira

No ano passado chegou a navegar o pai no Citroën C1 do Challenge 1000 mas, este ano, Martim Pereira “trocou” as voltas ao pai e “colocou-o na bacquet do lado direito para assumir o comando de um Peugeot 107. O favoritismo é uma palavra que está completamente arredada, mas a diversão encaixa como uma luva nesta simpática dupla lousanense.

Para discutir uma posição no pelotão, Martim Pereira e António Joaquim Pereira arrancam motivados para o Rali Vila Medieval de Ourém, na estrada sábado à noite e domingo. O afastamento da competição já vai longe e, por isso, o lousanense irá apostar num ritmo sereno, até porque na lista de inscritos surgem máquinas muito mais evoluídas.

 

Independentemente disso, Martim Pereira e António Joaquim Pereira apenas pretendem errar pouco e divertirem-se muito. Em ambiente familiar: «Esta é uma participação que me enche de alegria». «Neste próximo fim-de-semana irei estar à partida do Rali Vila Medieval de Ourém, primeira prova do Campeonato Centro de Ralis e do Challenge 1000cc. O meu pai vai ser o meu navegador e terei como objectivos divertir-me o máximo possível e chegar ao fim sem problemas», desejou o piloto.

«Gostaria de agradecer ao Frederico Luís por proporcionar esta oportunidade e ao Joaquim Diogo Barreiros por, amavelmente, ter cedido o seu Peugeot. Por fim, gostaria, também, de agradecer toda a amizade e carinho de todos aqueles que, ao longo do tempo, me incentivaram e motivaram para que um dia regressasse às corridas. Foi um apoio, absolutamente, essencial. Finalmente, estou de volta», sublinhou Martim Pereira na sua página de Facebook.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação