Martim Pereira na “pele de leão” em Ourém

Depois de vários anos ausente ao volante, o piloto da Ponte Velha (Lousã), está de regresso à competição. Será no Rali Vila Medieval de Ourém, prova de abertura do Campeonato Centro de Ralis.

(auto.look2010@gmail.com)

Martim Pereira e António Joaquim Pereira

No ano passado chegou a navegar o pai no Citroën C1 do Challenge 1000 mas, este ano, Martim Pereira “trocou” as voltas ao pai e “colocou-o na bacquet do lado direito para assumir o comando de um Peugeot 107. O favoritismo é uma palavra que está completamente arredada, mas a diversão encaixa como uma luva nesta simpática dupla lousanense.

Para discutir uma posição no pelotão, Martim Pereira e António Joaquim Pereira arrancam motivados para o Rali Vila Medieval de Ourém, na estrada sábado à noite e domingo. O afastamento da competição já vai longe e, por isso, o lousanense irá apostar num ritmo sereno, até porque na lista de inscritos surgem máquinas muito mais evoluídas.

 

Independentemente disso, Martim Pereira e António Joaquim Pereira apenas pretendem errar pouco e divertirem-se muito. Em ambiente familiar: «Esta é uma participação que me enche de alegria». «Neste próximo fim-de-semana irei estar à partida do Rali Vila Medieval de Ourém, primeira prova do Campeonato Centro de Ralis e do Challenge 1000cc. O meu pai vai ser o meu navegador e terei como objectivos divertir-me o máximo possível e chegar ao fim sem problemas», desejou o piloto.

«Gostaria de agradecer ao Frederico Luís por proporcionar esta oportunidade e ao Joaquim Diogo Barreiros por, amavelmente, ter cedido o seu Peugeot. Por fim, gostaria, também, de agradecer toda a amizade e carinho de todos aqueles que, ao longo do tempo, me incentivaram e motivaram para que um dia regressasse às corridas. Foi um apoio, absolutamente, essencial. Finalmente, estou de volta», sublinhou Martim Pereira na sua página de Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *