Mário Patrão recebe Troféu La Vie Piloto do Ano

O Clube Escape Livre homenageou os pilotos do distrito da Guarda na 22.ª Gala SPAL – A Nossa Selecção de Pilotos, com o público presente no Grande Auditório do TMG a eleger Mário Patrão, piloto que em 2019 conquistou vários resultados de relevo e participou recentemente no Rali Dakar.

(auto.look2010@gmail.com)

Em representação de 12 categorias do desporto motorizado, foram 39 os pilotos da Guarda homenageados na já tradicional Gala SPAL – A Nossa Selecção de Pilotos, iniciativa do Clube Escape Livre, numa cerimónia marcada com muito glamour. Mário Patrão arrecadou o “Troféu La Vie Piloto do Ano”, distinção registada pela sétima vez e um dos pilotos mais premiados na Gala do Clube Escape Livre.

«É um importante prémio numa festa que já tem reconhecimento nacional. Para mais, é ainda um incentivo para uma época muito preenchida e diversificada como a que tenho previsto para 2020», confidenciou o piloto de Seia bastante aplaudido pela plateia.

Sofia Gião e Pedro Machado

O Troféu Manuel Gião, a mais alta distinção desta gala, foi entregue a Pedro Machado, presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, por Sofia Gião, filha do piloto que dá o nome ao troféu. Trata-se de um troféu que premeia a aposta na valorização do turismo no território da região centro e pela parceria desenvolvida com o Clube Escape Livre.

Já o Troféu Prestígio João Lopes foi entregue pela filha Ana Beatriz Lopes a João José Prata, na qualidade de presidente da Freguesia da Guarda, pelo trabalho desenvolvido em prol da comunidade e pela colaboração com o Clube Escape Livre.

Mário Patrão, Pedro Machado, João José Prata, Mata Pérez, Luís Costa e Carlos Sousa

Destaque ainda para a Menção Honrosa a Luis Mata Pérez, director do Museu Automóvel de Salamanca pela parceria na realização dos eventos de clássicos que tantas equipas espanholas tem trazido a este território, e para os novos sócios honorários, o fotógrafo Luís Costa e o jornalista Carlos Sousa, do Diário de Coimbra e Autolook.pt, todos pelo profissionalismo do seu trabalho e pela colaboração de longa data com o Clube Escape Livre.

Bastante animado pela exímia cerimónia que teve lugar no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda, Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, “escolheu” apenas uma palavra para definir a razão de reunir tanta gente em redor de um acontecimento peculiar: «paixão».

João José Prata e Beatriz Lopes

«Um evento que é também um momento para reflectir, observar, retomar forças, continuar. Por isso, o Clube Escape Livre tem realizado esta gala há 22 anos, e vai continuar a fazê-lo, quiçá teimosamente, mas certos do seu propósito. Entendemos necessário este momento para que possam saborear o vosso valor, pilotos, para recarregar a vossa estima e a vontade de fazer mais e melhor neste no ano. O grau de dedicação que se coloca num objectivo faz toda a diferença entre obter ou não a sua realização», sustentou Luís Celínio, encorajando os pilotos da cidade mais alta de Portugal a serem ainda maiores.

A “perseverança” acabou por ser outra palavra “escolhida” pelo presidente do Clube Escape Livre para estimular os pilotos da Guarda, já que «o mais fácil é sempre baixar os braços». «Ora porque os resultados nem sempre são os esperados, ora porque é difícil conseguir melhore apoios, melhorar as viaturas, ter tempo para treinos e afinações, ora porque se encontram pedras no caminho – e, acreditem, o Clube Escape Livre sabe bem o que é encontrar pedras no caminho».

Luís Celínio

«Mas vocês, pilotos, não desistiram até hoje. Por isso, estão de parabéns. Na primeira Gala a 8 de Janeiro de 1999, estiveram 21 pilotos, alguns deles ainda hoje aqui presentes, permanecendo no panorama desportivo com perseverança. Sejam eles um bom exemplo para todos, e sobretudo para os mais jovens», adiantou.

«Depois da paixão e da perseverança», Luís Celínio diz que «é importante estarem focados». «A visão de um objectivo tem definido faz toda a diferença. A sorte é apenas o factor adicional. Só após muitos erros e acertos se consegue sentir o poder de estar focado no objectivo. O verdadeiro foco significa ter um fim, estabelecer um plano, ter muita disciplina e persistência para atingir as metas. É preciso dizer não a muitas distracções e abrir mão de muitas opções. O foco pode significar a diferença nos vossos resultados, na perseguição do vosso objectivo. É também ele que nos traz aqui hoje, assim como o mérito», afiançou o presidente do Clube Escape Livre, como que a conduzir o lema “o automóvel na promoção e divulgação da região da Guarda”.

Carlos Monteiro

Carlos Monteiro, presidente do Município da Guarda, tomou da palavra para referir que «é uma satisfação estar nesta Gala SPAL e ter uma instituição como o Escape Livre neste território é marcar a diferença: nas actividades de competição, nos passeios de TT e lazer e, aqui, homenageando os pilotos que levam a Guarda mais longe».

O evento contou com cerca de 400 espectadores e uma primeira parte dedicada à música, com a actuação do Quarteto Santa Cruz de Coimbra. No final da Gala, uma vez mais foi sorteado entre o público presente um relógio Roamer, marca parceira do Escape Livre.

A 22.ª Gala SPAL – A Nossa Selecção de Pilotos contou com o alto patrocínio Câmara Municipal da Guarda, da SPAL, Centro Comercial La Vie, Gelgurte, Instituto Politécnico da Guarda, AFN, Adega de Figueira de Castelo Rodrigo, Natura IMB Hotels, Matos & Prata, First Stop e Bridgestone, Valorpneu, Litocar, Loba, Bestravel Guarda, Soviauto, Transportes Bernardo Marques, Elpídio & Horácio, BP, Auto Luís Pires e Ergovisão. Contou ainda com o apoio da Freguesia da Guarda, Turismo do Centro de Portugal e diversas empresas que tornam possível esta iniciativa do Clube Escape Livre.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: