Mário Patrão no “top 5” do Original by Motul

Depois de uma segunda etapa menos feliz, Mário Patrão regressou a um andamento mais de acordo com as suas reais capacidades e alcançou, pelo segundo dia consecutivo, um lugar no “top 5” da classe Original by Motul.

(auto.look2010@gmail.com)

Na mais longa etapa desta edição do Dakar, o resultado alcançado esta quarta-feira permitiu ao piloto apoiado pelo Crédito Agrícola continuar a subir à geral na classe mais difícil e bastante acarinhada pelo Dakar e que se destina aos pilotos sem assistência externa, onde ocupa actualmente o 11.º lugar.

A etapa que levou a comitiva ao longo de 465 km cronometrados de Al Qaisumah a sul, rumo a Riyadh, capital da Arábia Saudita, correu de feição ao actual campeão nacional de Rally Raid, também patrocinado pela Lusíadas Saúde.

«A etapa de hoje tinha mesmo muitos quilómetros, mas consegui manter um ritmo consistente. O tempo aqui passa a voar, e com poucas horas de sono, há que ter cuidados redobrados. Estou satisfeito com o resultado. Mantenho a moto impecável para não haver falhas mecânicas, e sem dúvida que as ferramentas Bahco têm tido um papel fundamental», referiu o piloto de Seia à chegada ao bivouac.

«Com o pouco tempo que tenho para fazer a revisão à moto é imprescindível ter os parceiros certos. Continuo focado no nosso objectivo. E agora é hora de descansar, pois quer a etapa quer a especial, foram as mais longas até aqui. Com a mudança para sul, espero que as temperaturas também aumentem, pois nos últimos dias, o frio fez-se sentir bastante», concluiu Mário Patrão.

Amanhã, o piloto também apoiado pela Câmara Municipal de Seia disputa a quinta etapa que terá um Sector Selectivo de 346 km em torno de Riyadh. A especial marca uma mudança abrupta em relação às anteriores. Aos trilhos de terra salpicados de pedra segue-se uma longa secção de dunas, que se estende por quase 80 km.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.