Mário Patrão com dificuldades na navegação

No sector selectivo que completava a etapa inaugural o piloto apoiado pelo Crédito Agrícola perdeu bastante tempo devido a dificuldades inesperadas na navegação.

(auto.look2010@gmail.com)

Mário Patrão teve hoje um dia difícil na Arábia Saudita, onde participa no Rali Dakar 2022, competindo pela primeira vez na categoria “Original by Motul”, um dos mais prestigiados desafios desta grande maratona de todo-o-terreno.

«O dia de hoje não correu como queria. Um “way point” mal marcado ou que se alterou fruto das chuvas intensas noturnas, estragou-me os planos. Passei demasiado tempo à procura dele, e por mais que me esforçasse não o apanhei. O Dakar é mesmo assim, incerteza e resistência foram as palavras de ordem. Sinto algum desalento pois gastei demasiadas forças e tempo», referiu em Ha’il onde terminou o segundo dia de prova o piloto que é patrocinado pela Lusíadas Saúde.

Responsável único pela preparação e manutenção da sua moto tarefa para a qual não pode contar com qualquer tipo de apoio externo e para o qual dispõe apenas de uma pequena caixa com as suas ferramentas Bahco e material de substituição, Mário Patrão foi parco em palavras.

«Estou com o tempo contado para colocar a moto no parque “Original by Motul” e todos os minutos contam» referiu ainda Mário Patrão piloto de Seia patrocinado pelo Hotel Abrigo da Montanha, actual campeão nacional de Rally Raid.

Amanhã o piloto apoiado pela Serralharia Garcia&Gouveia deveria enfrentar a primeira parte de etapa maratona. Todavia esta teve de ser cancelada e o bivouac alterado de Al Artawiyah para Al Qaisumah devido ao mau tempo e às chuvas intensas que deixaram o local previsto, sem condições para receber a caravana desta 44ª edição do Rali Dakar. Os concorrentes vão ter pela frente o percurso cronometrado de 339 Km que estava previsto para esta 2.ª etapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *