Marim Marco encanta e perfuma Valência

“Foguete de Antanhol”, piloto de Coimbra, mostrou arte e engenho em Espanha na categoria de Moto5, batendo toda a concorrência na primeira de duas corridas referentes à última ronda da Cuna de Campeones integrada na FIM CEV Repsol, no traçado valenciano de Ricardo Tormo.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Martim Marco conquistou hoje mais um triunfo, desta vez em Valência, no Circuito Ricardo Tormo, numa sequência de excelência que começou, na véspera, com o “desmoronamento” do castelo da “armada” espanhola, ao garantir a tão ambicionada “pole position”.

O jovem piloto de Coimbra terminou a prova com o tempo de 10m06,466s, relegando para a segunda e terceira posição, respectivamente, Carlos Cano e Miguel Rodriguez, a 0,14 e 0,197 segundos de diferença, o traduz na perfeição a luta titânica vivida por este trio de pilotos até à agitação da bandeira de xadrez.

Tratou-se de uma corrida de elevada dose de talento, não só pelo “Foguete de Antanhol”, como também pelos dois espanhóis que, de fio a pavio, lutaram milimetricamente pelo triunfo, mas como o caminho faz-se de resiliência, Martim Marco acabou por suster Carlos Cano e Miguel Rodriguez na sua retaguarda.

Refira-se que antes desta corrida, a equação do campeão de Moto5 do Berço dos Campeões a ficará decidido no Circuito Ricardo Tormo, que este fim-de-semana acolhe a derradeira jornada da FIM CEV Repsol, embora o “Foguete de Antanhol”, de Coimbra, não desperdiçou a oportunidade para exceder todas as expectativas e deixar a sua marca bem delineada no traçado espanhol de Valência.

Se Carlos Cano, proclamado campeão de Espanha a semana passada, terá amanhã uma palavra a dizer no Circuito Ricardo Tormo, até porque à partida desta primeira corrida, tinha uma vantagem sobre os seus adversários mais directos. O jovem piloto usufruía de uma vantagem de 42 pontos e meio sobre David González, quase 44 sobre Miguel Rodríguez e 48 sobre Martim Marco. Com o segundo lugar, festejou o ceptro. No entanto, a disputa pelo segundo lugar está tudo em aberto e, nas corridas, tudo pode mudar de um momento para o outro.

Amanhã, pelas 14h00, no Circuito Ricardo Tormo, está reservada a segunda e última corrida da Cuna de Campeones integrada na FIM CEV Repsol. Martim Marco volta a ser um piloto a bater mas o piloto apoiado por autolook.pt terá os seus triunfos para desfeitear os seus adversários e, quiçá, sagrar-se vice-campeão espanhol da categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: