Maria Germano Neto deixa marca nas WSK

Perante 115 adversários, a piloto de Guimarães, apesar de se estrear nas World Series Karting (WSK), garantiu a presença numa das Pré-Finais na jornada de abertura das Super Master Series, disputada no circuito Adria Karting Raceway, em Itália, onde se impôs o holandês René Lammers.

(auto.look2010@gmail.com)

À partida para a prova inaugural das WSK Super Master Series, Maria Germano Neto talvez estivesse algo apreensiva quanto a uma boa prestação, dado que para além de se estrear na competição mais exigente do mundo – com pilotos oriundos de todos os continentes –, tinha de enfrentar 115 adversários, na sua maioria já experientes na categoria X30 Mini, equivalente à Juvenil em Portugal.

Contudo, depois de ter mostrado a sua rapidez nos treinos cronometrados, continuou com uma boa performance nas seis mangas de qualificação que disputou, ficando apurada para uma das Pré-Finais, onde só os 68 primeiros classificados eram apurados.

Esta prestação da jovem piloto de Guimarães não deixou indiferente o italiano Danilo Rossi, pentacampeão do mundo de Karting e que agora gere a DR Racing: «Numa prova com 116 pilotos, a realização dos treinos cronometrados foi dividida por quatro grupos, mas mesmo assim cada grupo contava com quase 30 pilotos. Confesso que não me lembro de nenhum piloto que, logo na sua prova de estreia a competir nas WSK, tenha conseguido o 11.º melhor tempo do seu grupo», referiu.

«A Maria impressionou desde logo numa fase tão importante da prova e depois deu continuidade nas várias mangas de qualificação que disputou, já que mostrou ter andamento para acompanhar os pilotos da frente. Naturalmente que a Maria acusou menor experiência em relação aos seus adversários, mas é natural pois as provas do WSK são muito exigentes, tanto como os campeonatos da Europa e do Mundo de Karting da FIA», sublinhou Danilo Rossi, que também tem a sua estrutura presente em algumas das principais fórmulas de competição automóvel, como a Fórmula 4 e a Fórmula 3.

«É uma competição muito exigente e com um nível muito elevado no que diz respeito às qualidades dos pilotos, oriundos de todo o mundo. A Maria podia ter feito melhor, mas a falta de experiência fez-se sentir. Contudo, esta prova foi mais um passo importante para a formação e afirmação da Maria no mundo do Karting», sublinhou por seu turno, Germano Marques Neto, pai da jovem piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *