Marc Marquez fecha época com triunfo

A vitória de Marc Márquez (Honda) no Grande Prémio da Comunidade Valenciana, última prova do Mundial de MotoGP, valeu o título de equipas à Repsol Honda e tornou o piloto espanhol o primeiro a passar os 400 pontos.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O espanhol Marc Marquez (Honda), depois de ter assegurado a revalidação do título, na Tailândia, venceu a derradeira partida da época, realizada no Circuito Ricardo Torno, naquela que é o seu 12.º triunfo em 19 corridas, a que juntou seis segundos lugares e um abandono (Austin), o que diz bem da justiça da conquista do título.

Em Valência, depois do francês Fábio Quartararo (Yamaha) ter dominado os treinos livres e a qualificação, mas, na corrida, Marc Marquez impôs a sua superioridade e voltou a bater o seu adversário, que falhou o objectivo de conquistar um triunfo no ano de estreia na categoria.

O australiano Jack Miller (Ducati) completou o pódio, com o espanhol Jorge Lorenzo (Honda) a terminar em 13.º a derradeira corrida da sua carreira.

Excelente fim de festa para o sul-africano Brad Binder (KTM), vencedor da última corrida de Moto2, que, para o ano, ascenderá à categoria rainha, juntando-se ao espanhol Pol Espargaro (KTM), na equipa oficial da marca austríaca, triunfo que lhe permitiu assegurar o vice-campeonato, a escassos três pontos do antecipado campeão, Alex Marquez (Kalex), que foi último.

Brad Binder teve no suíço Thomas Luthi (Kalex) uma sombra, ao longo de toda a corrida, mas garantiu o triunfo, por menos de um segundo, com o espanhol Jorge Navarro (Speed Up) a completar o pódio, e garantiu o quinto triunfo, terceiro consecutivo, da época.

A emocionante corrida de Moto3 decidiu-se em cima da meta, com o espanhol Santiago Garcia (Honda) a bater sobre a linha da meta o italiano Andrea Migno (KTM) batido por 0,005”, com outro espanhol, Xavier Artigas (Honda), a completar o pódio, logo na estreia no “Mundial”, tendo os cinco primeiros terminados separados por menos de um segundo, depois de 15 voltas em que as mudanças de posição foram uma constante.

De assinalar que Santiago Garcia, impedido de participar nas duas primeiras corridas do ano, por não ter a idade mínima (16), venceu a derradeira prova da temporada, naquilo que pode ser uma boa indicação para o ano que vem.

A corrida seria interrompida, logo na volta de abertura, em consequência de um acidente que envolveu vários pilotos, com o inglês Dennis Foggia a ser o único conduzido ao hospital, onde lhe foi diagnosticada uma comoção cerebral,

Quando a corrida recomeçou e reduzida a 15 voltas, a emoção voltou a ser uma constante na frente, com o campeão do mundo, o italiano Lorenzo Dalla Porta (Honda), não evitar uma queda na qual arrastou consigo, o espanhol AlbertoLopez (Honda) e o inglês John McPhee (Honda).

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDAS

MOTOGP – 1.º, Marc Marquez (Honda), 27 voltas (108,135 km), em 41’21,469” (156,8 km/h); 2.º, Fabio Quartararo (Yamaha), a 1,026”; 3.º, Jack Miller (Ducati), a 2,409”; 4.º, Andrea Dovizioso (Ducati), a 3,326”; 5.º, Alex Rins (Suzuki), a 3,508”; 6.º, Maverick Viñales (Yamaha), a 8,829”; 7.º, Joan Mir (Suzuki), a 10,622”; 8.º, Valentino Rossi (Yamaha), a 22,922”; 9.º, Aleix Espargaro (Aprilia), a 32,704”; 10.º, Pol Espargaro (KTM), a 32,973. Classificaram-se mais cinco pilotos

MOTO2 – Brad Binder (KTM), 16 voltas (64,08 km) em 25’30,766” (150,7 km); 2.º, Thomas Luthi (Kalex), a 0,735”; 3.º, Jorge Navarro (Speed Up), a 1,045”; 4.º, Stefano Manzi (MV Agusta), a 1,185”; 5.º, Jorge Martin (KTM), a 8,066”; 6.º, Augusto Fernandez (Kalex), a 8,311”; 7.º, Xavi Vierge (Kalex), a 9,922”; 8.º, Luca Marini (Kalex), a 11,085”; 9.º, Fábio Di Giannantonio (Speed Up), a 11,739; 10.º, Sam Lowes (Kalex), a 12,362. Classificaram-se mais 20 pilotos.

MOTO3 – 1.º, Santiago Garcia (Honda), 15 voltas (60,075 km), em 25’17,918” (142,4 km/h); 2.º, Andrea Migno (KTM), a 0,005”; Xavier Artigas (Honda), a 0,180”; 4.º, Tatsuki Suzuki (Honda), a 0,246”; 5.º, Filip Salac (KTM), a 0,328”; 6.º, Aron Canet (KTM), a 3,016”; 7.º, Marcos Ramirez (Honda), a 3,032”; 8.º, Celestino Vietti (KTM), a 9,666; 9.º, Makar Yurchenko (KTM), a 9,747”; 10.º, Ai Ogura (Honda), a 9,859”. Classificaram-se mais 11 pilotos

CAMPEONATOS

PILOTOS

MOTOGP – 1.º, Marc Marquez, 420 pontos; 2.º, Andrea Dovizioso, 269; 3.º, Maverick Viñales, 211; 4.º, Alex Rins, 205; 5.º, Fábio Quartararo, 192; 6.º, Danilo Petrucci, 176; 7.º, Valentino Rossi, 174; 8.º, Jack Miller, 165; 9.º, Cal Crutchlow, 133; 10.º, Franco Morbidelli, 115; 11.º, Pol Espargaro, 100; 12.º, Joan Mir, 92; 13.º, Takaaki Nakagami, 74; 14.º, Aleix Espargaro, 63; 15.º, Francesco Bagnaia, 54; 16.º, Andrea Iannone, 43; 17.º, Miguel Oliveira, 33; 18.º, Johan Zarco, 30; 19.º, Jorge Lorenzo, 28; 20.º, Tito Rabat, 23; 21.º, Stefan Bradl, 16; 22.º, Michele Pirro, 9; 23.º, Hafizh Syahrin, 9; 24.º, Karel Abraham, 9; 25.º, Sylvain Guintoli, 7; 26.º, Mikka Kallio,7.

MOTO2 – 1.º, Alex Marquez, 262 pontos; 2.º, Brad Binder, 259; 23º, Thomas Luthi, 250; 4.º, Jorge Navarro, 226; 5.º, Augusto Fernandez, 207; 6.º, Luca Marini, 190; 7.º, Lorenzo Baldassarri, 171; 8.º, Marcel Schrotter, 137; 9.º, Fabio Di Giannantonio, 108; 10.º, Enea Bastianini, 97; 11.º, Jorge Martin, 94; 12.º, Iker Lecuona, 78; 13.º, Xavi Vierge, 81; 14.º, Tetsuta Nagashima, 78; 15.º, Remy Gardner, 77; 16.º, Sam Lowes, 66; 17.º, Nicolò Bulega, 48; 18.º, Andrea Locatelli, 46; 19.º, Stefano Manzi, 39; 20.º, Mattia Pasini, 35; 21.º, Somkiat Chantra, 23; 22.º, Dominque Aegerter, 19; 23.º, Meco Bezzecchi, 17; 24.º, Simone Corsi, 10; 25.º, Jake Dixon, 7; 26.º Bo Bendsneyder, 7; 27.º, Jesko Raffin 6; 28.º, Joe Roberts, 4; 29., Lukas Tulovic, 3; 30.º, Khairul Idham Pawi, 3.

MOTO3 – 1.º, Lorenzo Dalla Porta, 279 pontos; 2.º Aron Canet, 200; 3.º, Marcos Ramirez, 183; 4.º, Toby Arbolino, 175; 5.º, John McPhee, 156; 6.º, Celestino Vietti, 135; 7.º, Niccolò Antonelli, 128; 8.º, Tatsuki Suzuki, 124; 9.º, Jaume Masia, 121; 10.º, Ai Ogura, 109; 11.º, Albert Arenas, 108; 12.º, Dennis Foggia, 97; 13.º, Andrea Migno, 78; 14.º, Jakub Kornfeil, 78; 15.º, Sérgio Garcia 76; 16.º, Romano Fenati, 76; 17.º, Alonso Lopez, 71; 18.º, Gabriel Rodrigo, 67; 19.º, Kaito Toba, 63; 20.º, Ayumu Sasaki, 62; 21.º, Raul Fernandez, 60; 22.º, Darryn Binder 54; 23.º, Filip Salac, 32; 24.º, Makar Yurchenko, 29; 25.º, Stefano Nepa, 24; 26.º, Xavier Artigas, 16; 27.º, Kazuki Masaki, 14; 28.º, Tom Booth-Amos, 10; 29.º, Ryusei Yamanaka, 8; 30.º, Carlos Tatay, 8; 31.º, Can Oncu, 8; 32.º, Riccardo Rossi, 8; 33.º, Jerermy Alcoba, 2; 34.º, Elia Bartolini, 1.

CONSTRUTORES

MOTOGP – 1.º, Honda, 426 pontos; 2.º, Yamaha, 321; 2.º, Ducati, 318; 4.º, Suzuki, 234; 5.º, KTM, 111; 6.º, Aprilia, 88

MOTO2 – 1.º, Kalex, 442 pontos; 2.º, KTM, 281; 3.º, Speed Up, 259;  4.º, MV Augusta, 45; 5.º, NTS, 11

MOTO3 – 1.º, Honda, 439 pontos; 2.º, KTM, 347

EQUIPAS

MOTOGP – 1.º, Ducati Team, 400 pontos; 2.º, Repsol Honda Team, 383; 3.º, Monster Energy Yamaha, 321; 4.º, Petronas Yamaha SRT, 263; 5.º, Team Suzuki Ecstar, 246; 6.º, LCR Honda, 187; 7.º, Pramac Racing, 162; 8.º, Red Bull KTM Factory Racing, 114; 9.º, Aprilia Racing Team Gresini, 80; 10.º, Red Bull KTM Tech3, 406; 11.º, Real Avintia Racing, 23

MOTO2 – 1.º, Flexbox HP40, 391 pontos; 2.º, Dynavolt Intact GP, 387; 3.º, Red Bull KTM Ajo, 353; 4.º, EG 0,0 Marc VDS, 343; 5.º, MB Conveyors Speed Up, 334; 6.º, SKY Racing Team VR46, 238; 7.º, ONEVOX TKKR SAG Team, 155; 8.º, Italtrans Racing Team, 143; 9.º, American Racing KTM, 94; 10.º, Federal Oil Gresini Moto2, 66; 11.º, MV Agusta Temporary Forward, 58; 12.º, Tasca Racing Scuderia, 27; 13.º, Idemitsu Honda Team Asia, 23; 14.º, Red Bull KTM Tech3, 17; 15.º, NTS RW Racing GP, 13; 16.º, Petronas Sprinta Racing, 8; 17.º, Valresa Angel Nieto Team, 4; 18.º, Kiefer Racing, 3; 19.º, Inde Angel Nieto Team, 3

MOTO3 – 1.º, Leopard Racing, 462 pontos; 2.º, SIC58 Squadra Corse, 252; 2.º, VNE Snipers, 251; 4.º, Sky Racing Team VR46, 232; 5.º, Petronas Sprinta Racing, 218; 5.º, Sterilgarda Max Racing Team, 200; 7.º, Mugen Race, 199; 8.º, Honda Team Asia, 172; 9.º, Valresa Angel Nieto Team, 168; 10.º, Estrela Galicia 0.0, 147; 11.º, Redox PruestelGP, 110; 12.º, Kommerling Gresini Moto3, 77; 13.º, CIP Green Power, 64; 14.º, Boe Skull Rider Mugen, 43; 15.º, Reale Avintia Arizona 77, 24; 16.º, Red Bull KTM Ajo, 8

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação