Maio e Fernandes vencem “Montes” nas motos

António Maio, nas motas, e Luís Fernandes, nos Quad, ambos em Yamaha, foram os grandes vencedores da Baja TT Montes Alentejanos que disputou hoje a 2.ª e derradeira etapa.

(auto.look2010@gmail.com)

Depois de ter sido reposto, por decisão do Colégio de Comissários Desportivos da FMP, o tempo perdido pelo campeão nacional de TT, António Maio, num cruzamento de estrada em virtude do percurso lhe ter sido incorrectamente indicado por um agente da autoridade, o piloto passou de novo para a liderança da uma corrida que, no dia de hoje, manteve, tendo ainda ampliado a vantagem para o 2.º classificado.

À chegada da 2.ª etapa, visivelmente satisfeito com o decorrer da competição António Maio salientou que «foi uma prova muito gira». «Adorei estes percursos e a organização está de parabéns pela escolha do traçado. Entrámos com o pé direito na primeira corrida do campeonato nacional e é sempre importante porque ganhamos um ânimo diferente para encarar o resto da temporada. Mas, era esse o nosso objectivo, ou seja, chegar à primeira prova o mais forte possível. Fizemos uma pré-época boa o que fez com que chegássemos aqui, tanto eu como a mota, em condições de disputar esta competição que foi muito divertida. Agora já estou focado na próxima prova que se realiza daqui a 15 dias em Loulé».

Na segunda posição da prova alentejana disputada hoje sob um clima mais ameno do que o registado no dia de ontem, em que o calor e pó imperaram, terminou Bruno Santos (Husqvarna) que gastou mais 3m30s que o vencedor da prova. Gustavo Gaudêncio, em Honda, de regresso às competições após uma paragem de seis anos completou o pódio da Baja TT Montes Alentejanos.

Os três primeiros classificados foram ainda os vencedores das respectivas classes: Gustavo Gaudêncio (TT1), António Maio (TT2) e Bruno Santos (TT3). João Duarte (Yamaha) foi o vencedor entre os Juniores Óscar Miguel Teixeira (Beta) foi o mais rápido entre os veteranos, Filipe Fragoso (Yamaha) conquistou a vitória na classe Promoção e Janaina Souza, em Honda, triunfou entre as senhoras.

Luís Fernandes (Yamaha) levou a melhor entre os quad e deixou Fábio Ferreira, vencedor do prólogo que ontem se disputou, a 2m35s de diferença. Rafael Carvalho ficou no terceiro posto a 18m33s do vencedor triunfando ainda entre a Promoção. José Galhofas venceu entre os veteranos.

«Sinto-me muito bem. Vim aqui para ganhar e consegui. Chegámos ao fim com a moto impecável. O meu mecânico fez um trabalho espectacular. A moto está perfeita. Esta última parte, principalmente os últimos 10 km, que correspondiam à parte do prólogo, foram um pouco duros, o terreno já estava muito partido e era difícil segurar a moto, mas conseguimos andar rápido e chegar ao fim com o primeiro lugar, que é o mais importante. Vamos festejar com toda a equipa que me veio ajudar. Eles também fazem parte desta vitória, a vitória de todos nós», revelou Luís Fernandes.

Quanto às expectativas para o CNTT Road to Dakar o vencedor quad acrescenta: «Agora ficamos com a vitória do Campeonato na mira. No ano passado, penso que a falta de experiência ditou de certo modo, o resultado final. Caí muitas vezes e cometi alguns exageros que poderiam ter sido escusados. Este ano, com mais cabeça e experiência vamos tentar chegar às primeiras posições em todas as corridas».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *