Maio, Borrego e Cidade triunfaram em Idanha

António Maio venceu e Daniel Jordão passou a líder do campeonato, sagrando-se campeão nacional de Todo-o-Terreno na classe TT2. Já Roberto Borrego e Luís Cidade dominaram nos Quads e nos SSV, respectivamente.

(auto.look2010@gmail.com)

A Baja TT Idanha-a-Nova foi emocionante e disputada até ao último metro nas pistas da Beira Baixa. Com organização da Escuderia Castelo Branco, a penúltima prova do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno ficou marcada por um primeiro dia chuvoso que deu tracção aos terrenos para dois dias de competição ao mais alto nível.

De regresso às corridas em terrenos nacionais, o campeão de Todo-o-Terreno em 2018, e finalista do Dakar 2019, António Maio, foi o grande vencedor da competição dedicada às motos. O piloto aproveitou o traçado desenhado pela estrutura albicastrense para preparar da melhor forma nova a participação na maior prova de todo-o-terreno do Mundo, o Dakar 2020.

“Capitão Maio”, como é carinhosamente conhecido no mundo do TT pelas suas funções na Guarda Nacional Republicana, estava extremamente satisfeito com o resultado alcançado: «Foi uma prova muito divertida e que me correu muito bem. As pistas estavam com muita tracção e acabei por fazer boas especiais. Foi um excelente treino para mim e para a moto. O objectivo de fazer evoluir a moto na preparação do Dakar 2020 foi conseguido. Resta-me agradecer aos meus patrocinadores e à Escuderia pela fantástica prova que nos proporcionou», afirmou.

Por outro lado, a competição dedicada às motos deixou também em aberto a conquista do título de campeão nacional. Com o segundo lugar alcançado à geral, Daniel Jordão conseguiu ultrapassar Salvador Vargas na luta pelo título e na chegada a parque fechado estava satisfeito por ter conseguido relançar a luta pelo título.

«Tivemos dois percalços, mas à parte disso correu tudo bem. A organização está de parabéns pela excelente marcação do traçado. O dia de ontem foi um pouco mais difícil derivado às condições meteorológicas, mas conseguimos levar a moto até ao final, assim como hoje. O nosso principal adversário em termos absolutos teve um resultado menos bom e com isso relançamos as contas do título para a última prova do campeonato. Saio desta prova muito feliz e motivado para Portalegre», explicou o piloto da Figueira da Foz. Martim Ventura completou o pódio da competição motos.

Nos Quads, Roberto Borrego levou de vencida a Baja TT Idanha-a-Nova e alcançou a sua quarta vitória da temporada no Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. Com este resultado, o piloto da Yamaha 450R deixa as contas do campeonato em aberto para a derradeira prova da temporada, a Baja de Portalegre, uma vez que fica a 25 pontos do actual líder, e segundo classificado da Baja da Idanha, Luís Engeitado.

«Adorei a corrida. Correu tudo muito bem, o traçado estava perfeito e as pistas foram muito bem escolhidas. Chego ao fim sem estar exausto e era capaz de começar mais um sector selectivo se fosse necessário», explicou Borrego. Luís Pimenta completou o pódio em Quads.

Já nos SSV, com cerca de 80 viaturas inscritas, a emoção foi o ponto dominante da prova. Luís Cidade, que já havia terminado o primeiro dia na frente da classificação, iniciou o derradeiro dia de competição a gerir a vantagem confortável que trazia do primeiro dia. Num Sector Selectivo com 84,36km, o piloto do CAN AM Maverick XRS acabaria por levar de vencida a prova disputada na Beira Baixa, com 1m40s de vantagem sobre Pedro Carvalho.

«A Baja foi óptima. Sempre bem marcada! Conseguimos ser rápidos no primeiro dia e hoje gerimos um pouco mais o andamento. Não tivemos nenhum problema e conseguimos a nossa primeira vitória. Vamos para Portalegre para fazer o nosso melhor, esperando que o melhor seja ganhar», disse Luís Cidade. O pódio ficou completo pelo líder do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, Pedro Santinho Mendes.

CLASSIFICAÇÃO GERAL

MOTOS

1.º António Maio (Yamaha WR 450 Rally) – 3h25m44.0s

2.º Daniel Jordão (Yamaha WR 450) – a 4m31.0s

3.º Martim Ventura (Yamaha WR 250F) – a 7m41.0s

QUADS

1.º Roberto Borrego (Yamaha 450R) – 3h24m21.0s

2.º Luís Engeitado (Yamaha YFZ 450) – a 5m43.0s

3.º Luís Pimenta (Suzuki LTR 450) – a 15m05.0s

SSV

1.º Luís Cidade (Can Am) – 3h33m32.0s

2.º Pedro Carvalho (Can Am) – a 1m40.0s

3.º Pedro Santinho Mendes (Can Am) – a 1m48.0s

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação