Madeirenses são os favoritos no “Vinho Madeira”

Quarta prova do Campeonato de Portugal de Ralis e terceira do Campeonato de Ralis Coral da Madeira já está em fase decrescente, com os pilotos insulares mais favoritos que nunca. Naturalmente que os continentais não vão ficar de braços cruzados…

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Apesar da presença de várias equipas continentais, no lote das quais se inclui o campeão nacional, Armindo Araújo, a luta pela vitória no Rali Vinho Madeira será travada, a exemplo do que sucede desde 2017, entre as duplas locais.

A obrigatoriedade de inscrição nos campeonatos faz com que os continentais não se inscrevam na prova insular, o que rouba interesse competitivo à prova, pois se isso não sucedesse e todos pudessem roubar pontos aos seus adversários a luta pela vitória seria bem mais intensa.

Alexandre Camacho (Skoda Fabia R5 Evo), que defende o comando do campeonato, Miguel Nunes (Skoda Fabia R5 Evo), vencedor da prova anterior, e Pedro Paixão (Skoda Fabia R5 Evo), desejoso de “vingar” o abandono do ano passado, quando lutava pela vitória, constituem o trio de principais candidatos ao triunfo e não surpreenderá se monopolizarem o pódio.

Armindo Araújo (Skoda Fabia R2 Evo) encabeça a comitiva continental que conta, ainda, com Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5 Evo), Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5), que contava estrear na Madeira a evolução do i20, e José Pedro Fontes (Citroën C3 Rally2) e Pedro Meireles (VW Polo GTi R5), que estiveram presentes no Rali do Marítimo/Município do Machico, onde foram terceiro e quinto, respectivamente, como preparação para a mais importante prova do calendário local.

Curiosidade ao redor daquilo que Bernardo Sousa (Skoda Fabia R5), apesar de dispor de um carro da geração anterior, Luís Miguel Rego (Skoda Fabia Rally2 Evo), que viaja dos Açores, apostado em melhor o 11.º lugar do ano passado, Miguel Correia (Skoda Fabia R5 Evo, cuja evolução tem sido significativa e que está cada vez mais perto da vitória, e o espanhol Jan Solans (Citroën C3 Rally2), serão capazes de fazer, para contrariar o favoritismo dos pilotos locais, profundos conhecedores das estradas asfaltadas da ilha.

A edição 2021 do Rali Vinho Madeira é uma cópia, em termos de traçado, da edição anterior, continuando ausente do programa a Super Especial da Avenida do Mar, que constitui um enorme sucesso face à quantidade de público que acorria a presenciar o arranque da competição.

Para compensar a ausência da classificativa haverá, no final da tarde de quinta-feira, na Praça do Povo, o desfile das equipas que, a partir do dia seguinte vão participar na prova.Em cada um dos dias de competição haverá oito provas de classificação, uma dupla passagem por quatro especiais.

Na sexta-feira, Campo de Golf (10,49 km – 10h11 e 15h31), Palheiro Ferreiro (8,11 km – 10h54 e 16h14), Boaventura (10,75 km – 12h17 e 17h37) e Cidade de Santana (10,84 km – 12h50 e 18h10) são as classificativas a percorrer, ficando para sábado as passagens por Câmara de Lobos (10,32 km – 10h11 e 14h25), Ponta do Sol (8,00 km – 10h56 e 15h10), Ponta do Pargo (9,77 km – 11h39 e 15h53) e Rosário (11,37 km – 12h34 e 16h48), a mais extensa, com a segunda passagem a funcionar como “Power Stage”

Classificações dos Campeonatos de Portugal e da Madeira

PORTUGAL

PILOTOS – 1.º Armindo Araújo, 76 pontos; 2.º Ricardo Teodósio, 69; 3.º Bruno Magalhães, 44; 4.º José Pedro Fontes, 37; 5.º Bernardo Sousa, 36; 6.º Miguel Correia, 30; 7.º Paulo Neto, 24; 8.º Pedro Meireles, 18; 9.º Diogo Salvi, 8; 10.º Gil Antunes, 7. Estão classificados mais cinco pilotos.

NAVEGADORES – 1.º Luís Ramalho, 76 pontos; 2.º José Teixeira, 69; 3.º Carlos Magalhães, 44; 4.º Inês Ponte, 37; 5.º Vítor Calado, 34; 6.º António Costa, 30; 7.º Vítor Hugo, 24; 8.º Mário Castro, 18; 9.º Diogo Correia, 7; 10.º Ricardo Cunha, 6. Estão classificados mais três navegadores.

EQUIPAS – 1.ª ARC Sport, 111 pontos; 2.ª Sports & You, 91; 3.ª The Racing Factory, 51; 4.ª Racing4You, 32; 5.ª Domingos Sport, 14; 6.ª Inside Motor, 6; 7.ª Prolama, 4.

MADEIRA

PILOTOS – 1.º Alexandre Camacho, 51 pontos; 2.º Miguel Nunes, 49; 3.º Pedro Paixão, 32; 4.º José António Camacho, 22; 5.º Rui Jorge Fernandes, 20; 6.º Rui Alberto Pinto, 17; 7.º Filipe Freitas, 14; 8.º Dinarte Baptista, 14; 9.º Paulo Mendes, 10; 10.º Américo Gouveia, 8. Estão classificados mais 10 pilotos.

NAVEGADORES – 1.º Pedro Calado, 51 pontos; 2.º João Paulo, 49; 3.º Jorge Henriques, 32; 4.º João Pedro Freitas, 22; 5.º Nicodemo Câmara, 22; 6.º Luís Rodrigues, 17; 7.º Rui Madeira, 16; 8.º Daniel Figueiroa, 14; 9.º João Sousa, João Camacho, 10. Estão classificados mais oito navegadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *