Luís Miguel Rego vitorioso em Santa Maria

Triunfo do piloto açoriano surgiu numa altura em que podia começar a ficar difícil em caso de vitória de Ruben Rodrigues, comandante do campeonato, abrindo-se, assim, a janela de oportunidade para revalidar o ceptro.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGE CUNHA / AIFA (ARQUIVO)

Uma penalização de dois minutos (20 segundos em termos de classificação), impediu Ruben Rodrigues (Citroën C3 R5) de alcançar a segunda vitória do ano. No entanto, permitiu a Luís Miguel Rego (Skoda Fabia R5 Evo) estrear-se como vencedor esta temporada e reentrar na corrida pela revalidação do título.

Pedro Antunes (Citroën C3 R5) também aproveitou a penalização de Ruben Rodrigues para garantir o segundo lugar final, depois das desistências na Terceira e no Faial, deixando a derradeiro lugar do pódio para Ruben Rodrigues, que conserva o comando do campeonato.

Atrasado por um “toque”, logo na primeira especial, Rafael Botelho (Skoda Fabia R5), que podia ter estado na discussão da vitória, recuperou até ao quarto lugar. André Oliveira (Peugeot 208 VTi), oitavo, foi o primeiro entre os que tripularam carros de duas rodas motrizes.

Classificação – 1.º Luís Miguel Rego/Jorge Henriques (Skoda Fabia R5 Evo), 43m11,7s; 2.º Pedro Antunes/Pedro Alves (Citroën C3 R5), a 5,7s; 3.º Ruben Rodrigues/Estevão Rodrigues (Citroën C3 R5), a 15,3s; 4.º Rafael Botelho/Rui Raimundo (Skoda Fabia R5), a 2m29,8s; 5.º Pedro Câmara/João Câmara (Porsche 997 GT3), a 3m35,8s; 6.º Filipe Pires/Vasco Mendonça (Mitsubishi Lancer X), a 3m39,6s; 7.º Rui Borges/André Ventura (Mitsubishi Lancer IX), a 6m12,1s; 8.º André Oliveira/António Freitas (Peugeot 208 VTi), a 6m14,5s; 9.º Eduardo Veiga/Inês Veiga (Ford Escort MK II), a 6m23,7s; 10.º Artur Silva/Paulo Jesus (Citroën Saxo Cup), a 6m48,0s. Classificaram-se mais 19 equipas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *