Luís Almeida no Rali de Serpa para “desenferrujar”

Quase dois anos depois, o piloto de Vila Nova de Poiares volta a alinhar numa prova de ralis em pisos de terra, pelo que o Rali Flor do Alentejo Cidade de Serpa reúne os ingredientes para “desconfinar” e libertar os desejos de competir sem pressão de espécie alguma.

CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Depois de largos meses sem competir em pisos de terra – o último foi em asfalto a 27 de Setembro do ano passado no Constálica Rally Vouzela – Luís Almeida regressa este sábado à competição, fazendo parte de uma recheada lista de equipas participantes no Baixo Alentejo.

Trata-se do Rali Flor do Alentejo Cidade de Serpa, prova inaugural do Campeonato Sul de Ralis e pontuável para o Desafio Kumho, em que o piloto de Vila Nova de Poiares está totalmente disponível para “desconfinar” e, legitimamente, “desoxidar” as “dobradiças”.

A competição alentejana, desenhada pela Sociedade Artística Reguenguense – Secção de Motorismo, já possui um historial apreciável no que concerne aos ralis sulistas, criando, por isso, um efeito expectante nas equipas inscritas. A dupla Habimóvel – Casas de Madeira apenas pretende contribuir para o sucesso da prova, ambicionando, por outro lado, adquirir o desejável ritmo.

«Naturalmente que estou muito satisfeitos pelo regressar à competição», confessou Luís Almeida que faz equipa com Ricardo Bettencourt. Aos comandos de um Fiat Punto HGT, o piloto poiarense sublinhou que já sentiu o pulsar do piso das especiais de Brinches (12,32 km) e Santa Iria (9,35 km) a desenvolver por três vezes.

«Os pisos são extremamente duros, com uma mescla de rapidez e técnicos. Vamos procurar ser consistentes durante a prova sem querer exercer ataques desnecessários, até porque, com a passagem das viaturas, sobretudo as de tracção integral, os pisos vão deteriorar-se e ficar ainda mais demolidores que em nada beneficia a mecânica das máquinas», sustentou o piloto de Vila Nova de Poiares.

Para a “operação” Rali Flor do Alentejo Cidade de Serpa, a dupla Luís Almeida e Ricardo Bettencourt volta a apostar no profissionalismo da Art Of Speed a fim de dotar o Fiat Punto HGT nas melhores condições e ultrapassar mais este desafio em pleno Baixo Alentejo.

Com uma nova decoração na viatura da marca italiana e na roupagem de piloto e navegador, a equipa Habimóvel – Casas de Madeira, que conta com o apoio de Joaquim Carvalho – Mediador de Seguros (Lousã), autolook.pt e Art of Speed, está habilitada para integrar o excelente lote de equipas que competem no Campeonato Sul de Ralis e Desafio Kumho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *