Luís Almeida com luta difícil no “Vidreiro”

Actualmente envolvidos na luta pelo Grupo P2 do Campeonato Centro de Ralis, que lidera, a dupla Team AS Racing Habimóvel preparou com afinco a sua participação no Rali Vidreiro – Centro de Portugal, promovido pelo Clube Automóvel da Marinha Grande.

CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Já falta muito pouco para aquela que foi considerada pela Federação Portuguesa de Automobilismo (FPAK) a melhor prova em 2016 e 2017. Entre esta sexta-feira e amanhã, sábado, vai decorrer mais uma edição do Rali Vidreiro – Centro de Portugal, com a dupla Luís Almeida e Ricardo Bettencourt pronta para o embate do Campeonato Centro de Ralis agendado para as regiões da Marinha Grande e Pombal.

A jornada da responsabilidade do Clube Automóvel da Marinha Grande, conta este ano com poucas mexidas no figurino mas que promete um evento de animação e competitividade do princípio ao fim. Nesta edição de 2019, a formação Team AS Racing Habimóvel vai enfrentar uma prova que cumpre esta sexta-feira uma passagem pela especial de S. Pedro de Moel e a Super Especial da Marinha Grande, enquanto para sábado passarem uma vez por cada uma das classificativas do dia: Mata Mourisca, Assanha da Paz e S. Pedro de Moel, com a chegada a acontecer na Marinha Grande a meio da tarde.

Esta prova é famosa, não só por fazer parte do Campeonato de Portugal de Ralis, Campeonato de Portugal Clássicos de Ralis, Campeonato de Portugal Iniciados Ralis, Campeonato de Portugal GT de Ralis, Campeonato Centro de Ralis e Desafio Kumho, mas também por ser absolutamente imprevisível.

Aos comandos de um Fiat Punto HGT, Luís Almeida, que terá no banco direito o navegador Ricardo Bettencourt, está consciente de que «o Rali Vidreiro – Centro de Portugal é uma lotaria, dado tratar-se de uma prova extremamente dura para a mecânica, sobretudo as passagens pela especial de S. Pedro de Moel – bonita mas com o piso bastante degradado –, pelo que tudo pode acontecer, sendo por isso bastante imprevisível».

Com isso em mente, a equipa Team AS Racing Habimovel fará todos os esforços para reduzir o factor surpresa ao mínimo, «sobretudo com a missão de defender e gerir o comando no Grupo P2 do Campeonato Centro de Ralis. À entrada para o Rali Vidreiro – Centro de Portugal, Luís Almeida ostenta 91,95 pontos, contra os 87,06 de Hélder Cordeiro, que volta a apostar no Ford Escort RS MK II», confidenciou o piloto apoiado por AUTOLOOK.PT

«O nosso grande objectivo é terminar a prova, os melhores classificados possível, obviamente», finalizou o piloto do Team AS Racing Habimovel que, na pretérita prova, o Constálica Rallye Vouzela, esteve em bom plano no Desafio Portugal Kumho Centro e Desafio Portugal Kumho Asfalto, referente à Divisão 2, rodando sempre com muita regularidade no Fiat Punto HGT, chegando ao final no sexto lugar, garantindo assim mais pontos para a luta na divisão.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação