Luís Almeida apurou os sentidos em Mortágua

Piloto de Poiares venceu mais uma etapa no caminho da aprendizagem ao volante de uma viatura de ralis em pisos de terra e bastante demolidores. Foi este fim-de-semana em Mortágua que o piloto Team Habimóvel AS Racing encerrou mais um ciclo com “chave de ouro”.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Fotos: NUNO DINIS FOTOS

O Rali de Mortágua vai perpetuar por vários anos na memória de Luís Almeida por vários motivos e mais alguns, mas sobretudo por ter ultrapassado, com arte e engenho, a dureza dos pisos: «Foram demolidores, mas pressentimos desde muito cedo que, com a passagem dos R5 e as viaturas de tracção integral, só tínhamos uma opção a tomar: não entrar em loucuras mas tomar o pulso à deterioração dos pisos, e foi o que fizemos», confessou o piloto Team Habimóvel AS Racing.

«Apesar da dureza da prova, provocando dificuldades acrescidas, tanto a pilotos como às máquinas, a nossa equipa esteve a um nível muito superior àquelas que eram as nossas melhores expectativas. Um dos nossos objectivos foi cumprido à risca, que foi “sobreviver” aos pisos demolidores e, o outro, também foi atingido, dignificando o prestígio dos nossos parceiros. Demos o máximo que podemos para os conduzir o mais longe possível e, sinceramente, julgo que o conseguimos», sublinhou Luís Almeida.

O piloto navegado por Ricardo Bettencourt, que deixa «um agradecimento a todos os parceiros», diz ter ficado também «muito impressionado com a visita de muitos aficionados e amigos do Team Habimóvel AS Racing que nos deram força anímica a partir da nossa humilde assistência». «Conseguimos “envergonhar” algumas assistências do Campeonato de Portugal de Ralis com tanta gente em nosso redor e, e todos eles, deixamos o nosso obrigado por terem aparecido e, agora, contamos com vocês em Castelo Branco. té lá vamos melhorar para estarmos ainda mais fortes».

Com uma postura bastante distinta, Luís Almeida frisou que os pilotos e navegadores Team Habimóvel as Racing, nomeadamente António Santos, Tiago Silva, Ricardo Bettencourt e o próprio Luís Almeida, «dão os parabéns ao Ricardo Teodósio e ao José Teixeira pela excelente vitória e grande exibição conseguida em Mortágua», quiçá os grandes responsáveis pelo aparecimento da formação de Vila Nova de Poiares no mundo dos ralis. Ao volante de um Fiat Punto HGT 16V, Luís Almeida e Ricardo Bettencourt encerram a participação no Rali de Mortágua na 17.ª posição à geral no Campeonato Centro de Ralis.

Refira-se, por outro lado, que Habimóvel tem um brinde para todos os fãs e amigos dos ralis. Para as primeiras vinte publicações, feitas com fotos onde apareça a equipa no Rali de Mortágua, Luís Almeida confidenciou que «temos uma lembrança da nossa equipa para oferecer. A foto com mais “liks” também terá direito a uma surpresa, pelo que contamos com as vossas fotos».

Faz-me um “like”, em Luis Almeida Habimóvel, e ganha muitos prémios!

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação