Lucro da BMW cai 39,8% até Setembro

O fabricante automóvel BMW revelou hoje que o lucro caiu 39,8% até Setembro, para 2.177 milhões de euros, em termos homólogos, e que passou de prejuízo a lucro do segundo para o terceiro trimestre do ano fiscal.

(auto.look2010@gmail.com)

A alemã BMW, que possui as marcas BMW, Mini e Rolls-Royce, explicou em comunicado que contabilizou prejuízos no segundo trimestre devido à pandemia da Covid-19 e disse também que o resultado operacional se situou em 2.622 milhões de euros até Setembro, inferior em 48,2% face a igual período do ano passado. A facturação do grupo alemão nos primeiros nove meses deste ano foi de 69.508 milhões de euros, uma queda de 7,1%, em relação a idêntico período do anterior.

A BMW, que, em Março, interrompeu a produção em diversas fábricas, embora de uma forma controlada, devido à queda da procura global e que reiniciou a produção no segundo trimestre, em que alcançou um lucro, realçou o facto de ter sido beneficiada no terceiro trimestre com o «fortalecimento da procura» regional.

O gigante automóvel alemão continua a procurar uma maior eficiência ao nível dos custos e da gestão da liquidez para poder enfrentar as consequências da pandemia em diferentes regiões do mundo, lê-se no comunicado. O presidente da BMW, Oliver Zipse, realçou o facto de a multinacional ter lucro no terceiro trimestre e de estarem «no caminho certo» para alcançar os objectivos traçados para 2020.

O gestor explicou ainda que a BMW ajustou a sua produção à evolução da procura nas diferentes regiões e que está preparada para reagir se as condições mudarem. A BMW prevê que em 2020 a procura seja severamente afectada nos principais mercados pela pandemia do novo coronavírus e pelas medidas que foram necessárias para travar a sua propagação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: