Luca de Meo deixou presidência da SEAT

Esta alteração no Comité Executivo da SEAT entrou em vigor esta terça-feira, dia 7 de Janeiro de 2020.

(auto.look2010@gmail.com)

Luca de Meo

A SEAT informa que Luca de Meo deixou, a seu pedido e de comum acordo com o Grupo Volkswagen, a presidência da SEAT. Luca de Meo continuará a fazer parte do grupo até novo aviso. O vice-presidente financeiro da SEAT, Carsten Isensee, assumirá de momento, juntamente com o seu cargo actual, a presidência da SEAT.

Estas mudanças no Comité Executivo da SEAT entraram em vigor esta terça-feira, dia 7 de Janeiro de 2020. SEAT é a única companhia no seu sector com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha.

Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell (Barcelona), exportando 80% dos seus veículos, estando presente em 80 países dos cinco continentes. Em 2018, a SEAT vendeu 517.600 automóveis, o maior registo nos seus 68 anos de história da marca, resultando num lucro de 294 milhões depois de impostos e uma facturação de recordista de 10 mil milhões de euros.

 

Carsten Isensee

O Grupo SEAT emprega mais de 15.000 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica os bem-sucedidos Ibiza, Arona e Leon. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca na República Checa, o Tarraco na Alemanha, o Alhambra em Portugal e o Mii electric, o primeiro veículo 100% elétrico da SEAT, na Eslováquia.

A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objectivo impulsionar a inovação do maior investidor em I&D de Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conectividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: