Loulé abre “hostilidades” no Campeonato Sul de Ralis

Os concorrentes irão enfrentar os pisos de terra da Serra do Caldeirão, um dos “locais sagrados” dos ralis a sul, com a base das operações centradas no Ameixial.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JOÃO VIANA

O Rali de Loulé vai para a estrada a 9 e 10 de Março, servindo de prova de abertura do Campeonato Sul de Ralis, competição que arranca para a sua 21.ª edição. Tendo por base o Ameixial, os concorrentes irão enfrentar os troços de terra da serra da Caldeirão, um dos “locais sagrados” dos ralis a sul e dados a conhecer ao grande público aquando da passagem do campeonato do mundo por estas paragens entre 2007 e 2014.

Os reconhecimentos e verificações administrativas e técnicas decorrerão no dia 9 (sábado), sendo que no domingo os concorrentes arrancam para os 55,84 km de prova, divididos em duas provas especiais de classificação, percorridas por duas vezes, durante o período da manhã.

De referir que existe praticamente uma proporção igual entre quilómetros de classificativas e de ligação, factor raro nos ralis de hoje em dia e que acaba por ser uma benesse a nível de logística para os concorrentes.

Caso não consiga acompanhar a prova no terreno, poderá seguir os principais acontecimentos nas redes sociais do Clube Automóvel do Algarve, nomeadamente Twitter, Instagram e Facebook, sendo que nesta última poderá ouvir a emissão de rádio online que acompanhará todas as incidências da prova, nunca se dispensando também a consulta do site oficial www.clubeautomovelalgarve.pt.

O Rali de Loulé é uma organização do Clube Automóvel do Algarve, sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, e conta com o apoio do município de Loulé e das Juntas de Freguesia do Ameixial e de Salir.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação