Laia Sanz sagrou-se campeã mundial em Gouveia

Gouveia consagrou Laia Sanz como campeã Mundial de Trial. Foi nos belíssimos cenários da Serra da Estrela que a piloto espanhola alcançou o 14.º título numa modalidade que esteve afastada durante oito anos. Vitória dedicado ao meu tio Santi que faleceu a semana passada.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Quem sabe nunca esquece e a espanhola Laia Sanz chegou, viu e venceu, saindo de Gouveia com o título de campeã mundial de Trial femininos. Sob condições ideais, a experiente piloto enfrentou as zonas de obstáculos delineadas no centro e nas imediações da cidade com muita mestria para alcançar nova proeza.

Emma Bristow (Sherco) e Laia Sanz (Gas Gas) chegaram a Gouveia separadas por apenas um ponto, mas a espanhola foi mais forte sob pressão e sagrou-se campeã do Mundo ao vencer a ronda portuguesa, na frente da compatriota Berta Abellán (Vertigo) e de Bristow. Laia Sanz, uma das mais multifacetadas pilotos espanholas, conquistou assim o seu 14.º título mundial de Trial.

«Estou muito feliz por termos sido campeões do mundo de trial de 2021. Muito feliz por conseguir o 14.º título após oito anos de ausência. Acho que este é o mais merecido por tudo o que já sofri no último ano», começou por referir Laia Sanz.

A piloto soube «lutar e encontrar as forças de onde não tinha para alcançar esse desfecho». «Hoje foi um dia de muita pressão, mas eu soube gerir muito bem. Obrigado a toda a equipa GASGAS pela confiança e ajuda, assim como ao Dani Oliveras. Quero dedicar esta vitória ao meu tio Santi que faleceu na semana passada. Obrigado a todos».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *