LA Motorsport com LBS RX 01 na máxima força

É já este fim-de-semana que o Eurocircuito da Costilha, em Lousada, abre as portas para a primeira prova da temporada do Campeonato de Portugal de Kartcross. A LA Motorsport apresenta-se com sete pilotos com chassis La Base e a ambição pelos triunfos é enorme…

(auto.look2010@gmail.com)

A prova inaugural do Campeonato de Portugal de Kartcross e Troféu Júnior de Kartcross está ao virar da esquina, com a LA Motorsport muito bem representada, no que toca a chassis La Base. São sete os pilotos inscritos para esgrimir argumentos de peso. Trata-se de Jorge Gonzaga, campeão em título, Pedro Marques, Tiago Pinto, João Pinheiro, José Mota e Luís Almeida, pilotos inscritos no campeonato que irão lutar pelos lugares cimeiros, quer em prova, quer na classificação final do CPKx.

Nesta prova de abertura, a “família” RX01 conta com um novo piloto, uma estreia em kartcross, embora conheça bem o Eurocircuito: o lousadense Luís Morais, ex piloto de Ralicross, vai estar aos comandos de um LBS RX01 para mais uma nova experiência e, quem sabe, se não fica adepto do kartcross.

O Kartcross de Lousada conta com uma lista de inscritos bem recheada e antevê-se uma prova extremamente disputada, até porque o figurino da modalidade mudou um pouco, sobretudo ao nível dos regulamentos, forçando os concorrentes a andarem sempre no máximo em todas as corridas de qualificação. Desta forma, asseguram, além da presença na final, os melhores lugares na grelha para a derradeira corrida do fim-de-semana.

Um sonho de Luís Almeida que, finalmente, realiza é o Troféu Júnior de Kartcross que conta com dois pilotos oriundos da vizinha Espanha em LBS RX01. O piloto das Caldas da Rainha, responsável pela LA Motorsport, explicou a sua falta de tempo na pré-época.

«Esta pré-época foi complicada, além do trabalho habitual na empresa. Tivemos que nos desdobrar para facilitar testes aos pilotos mais jovens. Depois, no sentido de termos melhores condições, fizemos um upgrade ao nosso camião e espaço envolvente», afirmou Luís Almeida.

«Estou contente com a aceitação do nosso chassis em Portugal e com o “feed-back” que temos recebido dos pilotos. Quanto ao RX01 com o número 3, vou dar o meu melhor para lutar pelo pódio, esta vai ser uma prova muito competitiva», acrescentou o piloto das Caldas da Rainha.

O Ralicross de Lousada desenvolve-se durante o fim-de-semana, com os treinos no sábado e as finais a meio da tarde de domingo. O RX Portugal by Diatosta promete muitas emoções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *