“Kiko” Maria vence “Série 2” da ETC em Jerez

Jovem piloto vence corrida da série 2, uma semana depois de se ter sagrado campeão nacional de PréMoto 3. Qualificação na prova acima da competição europeia para jovens talentos ficou comprometida por “contratempo logístico”, mas depressa a estratégia foi reorientada para o triunfo que se veio a consumar…

(auto.look2010@gmail.com)

O português Francisco (“Kiko”) Maria conseguiu neste domingo, no circuito espanhol de Jerez – Ángel Nieto, a sua melhor prestação de sempre na taça europeia de motociclismo de velocidade para jovens talentos, ao vencer a corrida da série 2 da European Talent Cup (ETC) que ali se disputou.

Habituado a alinhar na série acima, reservada aos pilotos mais rápidos nas qualificações, o único representante português na competição mostrou-se «contente pela vitória, mas, sobretudo, confiante, por sentir que está a progredir de prova para prova e a trabalhar com as pessoas e a estratégia certas tendo em vista o futuro», declarou, no final, uma semana depois de se ter sagrado campeão nacional na categoria de PréMoto 3.

Com efeito, o piloto da Leopard Impala Junior Team teve uma participação condicionada por um «contratempo logístico», como explicou. No sábado, ao princípio da tarde, durante a segunda sessão de treinos cronometrados, a corrente da sua Honda NSF 250R soltou-se, deixando-o apeado no meio da pista, ainda faltavam mais de 25 minutos para o fim da sessão. Mas, aquela que seria uma avaria simples de resolver nas boxes, acabou por deitar por terra a estratégia que tinha definido, e que passava por ir em busca de um registo que lhe assegurasse a qualificação na segunda metade dos 40 minutos previstos. Lamentavelmente, porém, o tempo foi passando e quando a moto regressou às boxes já a derradeira oportunidade para isso tinha terminado.

«Nunca tinha passado por uma coisa parecida, mas como estou numa fase em que procuro aprender sempre, mesmo com o infortúnio, não me dei por vencido. Com o apoio de toda a equipa, reavaliamos a situação e reorientamos objectivos para a vitória da corrida da série 2, o que, felizmente, se veio a concretizar», declarou “Kiko” Maria.

O registo que lhe deu o lugar mais à direita da linha da frente na “grelha” deste domingo (1m52,845s) foi obtido na primeira qualificação, no sábado de manhã, bem cedo, em condições longe das ideais. E na corrida, com 16 participantes, o piloto português nem foi dos mais lestos na saída. Na primeira volta, rodava em 3.º, mas na segunda já tinha subido uma posição e seguia atrás do espanhol Daniel Mogeda, o mais rápido de todos no arranque. Manteve-se sempre na peugada deste, apesar de se ter chegado a confrontar com uma desvantagem superior a 3,5 segundos, e a cinco voltas do fim ultrapassou-o.

Na ponta final, e para acabar com quaisquer veleidades do seu opositor, o piloto apoiado pela Galp e pela Berner imprimiu mais velocidade e na 15.ª e última passagem pela meta foi-lhe creditada a autoria da volta mais rápida: 1m52,709s para percorrer os 4.423 metros do circuito de Jerez de la Frontera.

«Saio daqui feliz e mais forte. Jerez passa a ser um marco na minha carreira, mais um tónico para o meu crescimento», sublinhou o novo campeão nacional de PréMoto 3, que voltou a «agradecer a todos os que me rodeiam pelo esforço que têm feito para me proporcionar tudo isto».

Entretanto, na chamada “série de elite”, com duas corridas, os triunfos repartiram-se entre o espanhol Izán Guevara, na primeira, e o brasileiro Diogo Moreira, que subiu ao degrau mais alto do pódio na segunda. Porém, Guevara, o grande dominador da temporada, continuou por lá (foi 3.º na segunda corrida) e a pontuar, logrando chegar a vencedor da ETC 2019 quando ainda faltam disputar duas provas.

A próxima é já em Albacete, em 12 e 13 de Outubro. Antes, porém, “Kiko” Maria estará em Navarra, já no próximo fim-de-semana, para a sexta prova do ESBK – Campeonato Espanhol Cetelem de Superbike, na categoria de PréMoto3, em que é 6.º classificado.

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDA S2 – 1.º “Kiko” Maria (Por), 15 voltas em 28m31,800s, à média de 139,59 km/h, 2.º Daniel Mogeda (Esp), a 00,594s; e 3.º Tyler Scott (EUA), a 13,263s. (Classificaram-se mais 11 concorrentes).

CORRIDA 1 – 1.º Izán Guevara (Esp), 15 voltas em 27m37,915s, à média de 144,14 km/h; 2.º Diogo Moreira (Bra), a 00,283s; e 3.º Daijiro Sako (Jap), a 00,288s. (Classificaram-se mais 25 concorrentes).

CORRIDA 2 – 1.º Diogo Moreira (Bra), 15 voltas em 27m48,946s, à média de 143,19 km/h; 2.º David Alonso (Esp), a 00,161s; e 3.º Izán Guevara (Esp), a 00,213s. (Classificaram-se mais 28 concorrentes).

TABELA PONTUAL ETC – 1.º Izán Guevara (Esp), 180 pontos; 2.º David Alonso (Esp), 102; 3.º Iván Ortolá (Esp), 93; 4.º Fermín Aldeguer (Esp), 93; e 5.º José Antonio Rueda (Esp). (Há 35 pilotos com pontuações).

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação