Kevin Benavides: “o triunfo é uma loucura”

«O meu sonho era ser o primeiro sul-americano a vencer nas motos», confidenciou o piloto argentino, que conquistou os louros do triunfo na quinta participação na maratona de todo-o-terreno absoluto pela Honda, equipa gerida pelo olhanense Ruben Faria.

(auto.look2010@gmail.com)

O piloto argentino Kevin Benavides (Honda) revelou hoje que sonhava tornar-se «o primeiro sul-americano a vencer» o Rali Dakar, na categoria das motos, depois de conquistar a 43.ª edição da prova. Na quinta participação na maratona de todo-o-terreno, o piloto, que integra a equipa oficial da Honda, gerida pelo português Ruben Faria, disse que o seu triunfo «é uma loucura».

«Estou muito, muito feliz. Cometi alguns erros, como é evidente, mas é impossível fazer um Dakar perfeito», sublinhou, confessando-se «muito honrado por ser o primeiro sul-americano a vencer».

Kevin Benavides, que sofreu uma violenta queda na quinta etapa, da qual resultou uma fractura no nariz e lhe provocou muitas dores num tornozelo, disse que o seu «sonho era fazer história». «Ser o primeiro sul-americano a vencer o Dakar é incrível».

«Na altura (quinta etapa da semana passada) pensei que o Dakar tinha terminado para mim, mas continuei a lutar. Agora, ainda tenho algumas dores, mas estou mais feliz do que com dores», disse o piloto argentino, de 32 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *