Kevin Benavides conduz Honda ao topo

Nas duas rodas, o piloto argentino, orientado pelo português Ruben Faria na equipa oficial da Honda, venceu a quinta etapa e é o novo líder nas motos, enquanto nos automóveis, Stéphane Peterhansel, em Mini, dilatou a vantagem.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Continua a dança nas duas rodas, desta vez com o argentino Kevin Benavides (Honda) a ser o mais rápido no SS e a ascender ao comando, com 2’31” de avanço sobre o francês Xavier De Soultrait (Husvqarna), sexto no SS.

Apesar de ter sido o mais rápido no SS, Kevin Benavides não evitou várias quedas, uma das quais lhe provocou a fractura do nariz, com o argentino a afirmar que «foi um mau dia, porque perdi-me no princípio, depois, numa duna, saltei e caia em cima dos instrumentos de navegação e pensei que tinha ficado em GPS, mas continuei a atacar, apesar das dores, e vamos ver como me sinto amanhã».

Mas se Kevin Benavides conseguiu superar as dores, vencer o SS e assumir o comando da prova, o espanhol Joan Barreda Bort (Honda), que tinha sido o mais rápido ontem, perdeu-se e caiu de segundo para nono, com o espanhol a considerar que «esta foi uma das mais exigentes etapas do ponto de vista físico, com uma navegação difícil, que nos fez perder e depois rolar em grupo com o Jose Cortejo a fazer um excelente trabalho»

Graças ao trabalho efectuado, Jose Cornejo (Honda) foi segundo no SS e subiu para terceiro da geral, à frente do australiano Toby Price (KTM), que ganhou quatro lugares e é o melhor dos pilotos da marca austríaca.

Em relação aos portugueses o luso-alemão Sebastian Buhler (Hero) foi o mais rápido (20.º) e ascendeu à mesma posição na geral, enquanto Joaquim Rodrigues (Hero) ficou dois lugares atrás no SS e desceu três lugares, na geral, sendo 19.º, e Rui Gonçalves (Sherco Factory) foi 34.º no SS e manteve o 28.º posto, que ocupa na geral.

PETERHANSEL MAIS LÍDER

NO TRIUNFO DE GINIEL DE VILLIERS

Nos automóveis, onde os três primeiros mantiveram as posições na geral, destaque para o domínio dos pilotos sul-africanos, com Giniel De Villiers (Toyota Hilux), que interrompeu a sequência de vitórias do qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota Hilux), a bater Brian Baragwanath (Century CR6), e para o facto do francês Stéphane Peterhansel (Mini JCW Buggy), terceiro no SS, ter ganho 2’13” a Nasser Al-Attiyah, que viu o atraso para o primeiro lugar subir para 6’11”, com o espanhol Carlos Sainz (Mini JCW Buggy) a estar já a quase 50 minutos do duo da frente.

Nassar Al-Attiyah explicou que «não foi fácil abrir a estrada, porque havia muitas motos que vinham em sentido contrário o que gerou uma certa confusão e isso fez-nos perder cerca de oito ou nove minutos na fase inicial da etapa e o Stéphane teve razão em me seguir, mas amanhã tudo será diferente»

Por sua vez Giniel De Villiers justificou a vitória no SS pelo facto «de termos optado por andar mais devagar e não cometer erros na navegação, que era muito difícil, e isso fez com que nunca tivéssemos estado perdidos»

Entre os portugueses, desta feita foi Ricardo Porém (Borgward) o mais rápido, ao registar o 18.º tempo, só batido pelo 17.º lugar ocupado no Prólogo, dois lugares à frente do lituano Benediktas Vanagas (Toyota Hilux), que é navegado por Filipe Palmeiro, com a dupla do Borgward a subir seis lugares e a ascender à 26.ª posição da geral, enquanto José Marques, que acompanha o lituano Gintas Petrus (Optimus), viu o seu piloto terminar em 29.º, com a dupla a luso-lituana a subir para o 34.º lugar da geral, como consequência da subida de sete lugares.

Nos SSV, o espanhol Francisco Lopez Cortado (Can-Am), que, ontem, tinha visto o polaco Aron Domzala (Can-Am) ser o mais rápido no SS e aproximar-se do primeiro lugar, hoje, não deu hipótese à concorrência, foi o mais rápido no SS e colocou o polaco a mais de 10 minutos de distãncia.

Ao contrário do que sucedeu, ontem, Lourenço Rosa (Can-Am) bateu Rui Carneiro (MMP), com o primeiro a ganhar quatro posições na geral e o segundo a continuar a recuperar lugares.

CLASSIFICAÇÕES

Sector Selectivo (456 km)

Motos – 1.º, Kevin Benavides (Honda), 5.09’50”; 2.º, Jose Cornejo (Honda), a 1’00”; 3.º, Toby Price (KTM), a 1’20”; 4.º, Lorenzo Santolini (Sherco Factory), a 2’29”; 5.º, Sam Sunderland (KTM), a 4’17”; 6.º, Xavier De Soultrait (Husqvarna), a 7’55”; 7.º, Skyler Howes (KTM), a 10’43”; 8.º, Matthias Walkner (KTM), a 11’03”; 9.º, Ross Branch (Yamaha), a 11’05”; 10.º, Pablo Quintanilla (Husqarna), a 12’15”; …; 20.º, Sebastian Buhler (Hero), a 30’24”; …; 22.º, 6.º, Joaquim Rodrigues (Hero), a 31’51”; …; 34.º, Rui Gonçalves (Sherco Factory), a 58’24”

Automóveis – 1.º, Giniel De Villiers/Alex Haro (Toyota Hilux), 5.09,25”; 2.º, Brian Baragwanath/Taye Perry (Century CR6), a 58”; 3.º, Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (Mini JCW Buggy), a 2’25”; 4.º, Nasser Al-Attiyah/Matheu Baumel (Toyota Hilux), a 4’38”; 5.º, Martin Prokop/Viktor Chytka (Ford RS Cross Country), a 5’06”; 6.º, Yazeed Al-Rahji/Dirk Von Zitzewitz (Toyota Hilux), a 9’16”; 7.º, Orlando Terranova/Bernardo Graue (Mini JCW Rally), a 9’24”; 8.º, Nani Roma/Alexandre Winocq (Hunter BRX), a 10’31”; 9.º, Carlos Sainz/Lucas Cruz (Mini JCW Buggy), a 15’19”; 10.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Toyota Overdrive), a 18’58”; …; 18.º, Ricardo Porém/Jorge Monteiro (Borgward), a 42’29”; …; 20.º, Benediktas Vanagas/Filipe Palmeiro (Toyota Hilux), a 49’11”; …; 39.º, Gintias Petrus/José Marques (Optimus), a 1.28’41”.

SSV – 1.º, Francisco Lopez Cortado/Juan Pablo Latrach (Can-Am), 5.46’32”; 2.º, Khalifa Al-Attiyah/Paolo Ceci (Can-Am), a 2’52”; 3.º, Seth Quintero/Dennis Zenz (OT3), a 3’11”; 4.º, Austin Jones/Gustavo Gugelmin (Can-Am), a 5’17”; 5.º, Arion Domzala/Maciej Marton (Can-Am), a 7’33”;  …; 16.º, Lourenço Rosa/Joaquim Dias (Can-AM), a 43’24”; 17.º, Rui Carneiro/Filipe Serra (MMP), a 46’52”; …;

GERAL

Motos – 1.º, Kevin Benavides (Honda), a 20.15’39”; 2.º, Xavier De Soultrait (Husqvarna), a 2’31”; 3.º, Jose Cornejo (Honda), a 3’42”; 4.º, Toby Price (KTM), a 3’43”; 5.º, Sam Sunderland (KTM), a 6’06”; 6.º, Lorenso Santolini (Sherco Factory), a 9’31”; 7.º, Skyler Howes (KTM), a 10’45”; 8.º, Ross Branch (Yamaha), a 11’05”; 9.º, Joan Barreda Bort (Honda), a 14’02”; 10.º, Luciano Benavides (Husqvarna), a 14’30”; 19.º, Joaquim Rodrigues (Hero), a 48’03”; 20.º, Sebastian Buhler (Hero), a 1.13’48”; …; 28.º, Rui Gonçalves (Sherco Factory), a 2.04’44”

Automóveis – 1.º, Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger (Mini JCW Buggy), 18.28’02”; 2.º, Nasser Al-Attiyah/Matheu Baumel (Toyota Hilux), 6’11”; 3.º, Carlos Sainz/Lucas Cruz (Mini JCW Buggy), a 48’13”; 4.º, Jakub Przygonski/Timo Gottschalk (Toyota Hilux), a 1.04’49”; 5.º, Martin Prokop/Viktor Chytka (Ford RS Cross Country), a 1.10’32”; 6.º, Khalid Al Qassimi/Xavier Panseri (Peugeot 3008 DKR), a 1.21’21”; 7.º, Nani Roma/Alexandre Winocq (Hunter BRX), a 1.24’56”; 8.º, Orlando Terranova/Bernardo Graue (Mini JCW Rally), a 1.30’05”; 9.º, Brian Baragwanath/Taye Perry (Century CR6), a 1.38’50”; 10.º, Sébastien Loeb/Daniel Elena (Hunter BRX), a 1.40’07”; …; 16.º, Benediktias Vanagas/Filipe Palmeiro (Toyota Hilux), a 2.43’23”; …; 26.º, Ricardo Porém/Jorge Monteiro (Borgward), a 3.51’13”; …; 41.º, Gintias Petrus/José Marques (Optimus), a 5.56’34”.

SSV – 1.º, Francisco Lopez/Juan Pablo Latrach (Can-Am), 22.25’29”; 2.º, Aron Donzala/Maciej Marton (Can-Am), a 10’51”; 3.º, Austin Jones/Gustavo Guglemin (Can-Am), a 13’28”; 4.º, Seth Quintero/Dennis Zenz (OT3), a 27’03”; 5.º, Saleh Alsaif/Oriol Vidal (Can-Am), a 36’39”; …;  15.º, Lourenço Rosa/Joaquim Dias (Can-Am), a 2.41’43”…; 40.º, Rui Carneiro/Filipe Serra (MMP), a 7’25’09”

Etapa de amanhã

Os 655 km que ligam Al Qaisumah a Há’Il completam a primeira parte da prova, com o sábado a ser dia de descanso para homens e máquinas, mas não para as equipas de assistência, que terão de reparar os estragos provocados pela primeira semana de prova e preparar os carros para o que se segue. Os 485 km do SS serão lisos e com muita areias, havendo dunas para todos os gostos, as quais podem acarretar perda de tempo para os que fiquem “presos” e tenham de recorrer às pás e às placas de metal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *